82 funcionários são contratados pela EPL no governo Bolsonaro

(Imagem: Flickr/Carolina Antunes/PR)
(Imagem: Flickr/Carolina Antunes/PR)

Desde 2019, primeiro ano do governo Jair Bolsonaro (sem partido) a Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL) nomeou 82 funcionários com salários entre R$ 5.800 e R$ 29.200.

A estatal foi criada ainda no Governo de Dilma Rousseff (PT) com o objetivo de implementar o projeto do trem-bala.

Em sua campanha presidencial, Bolsonaro chegou a defender a extinção da EPL.

Segundo a Época, a estatal tem 143 empregados, todos nomeados para cargos de confiança.