Artigo: Lago dos Cisnes 2013

Por Tadeu Ribeiro, escritor e diretor de repertório

DSCF6885Viver a experiência da remontagem de um ballet clássico de repertório na atualidade é se permitir voltar a época da “Renascença” da cultura da Nova Humanidade, e também na base do renascimento da cultura da antiguidade clássica.

É a Renascença Italiana que nos mostra, pela primeira vez as origens do ballet europeu, separando-o da Idade Média, que tinha ainda caráter simbólico, valor cultural de qualidade religioso, e dirigindo-o para a esfera da arte sensorial e emotiva.

A Renascença deu ao ballet europeu uma estrutura dramática diferente, substituindo a trama mística medieval pela nova forma Pagão. É na França que o ballet europeu floresceu. Assim em 1581, foi representado o primeiro ballet Comique de La Reine no salão do “Louvre”

Com a evolução, foi criado em 1661 a Academie Royale de Musique ET de Danse. Esta data foi um marco na história da dança clássica, pois foi daí que o sistemático método de ação profissional deu inicio.

Neste ano de 2013, estou remontando o ballet de repertório O Lago dos Cisnes, cuja musica é de P. Tchaikovsky, e os jovens artistas bailarinos são todos alunos do Centro de Danças.

Três jovens alunas do centro de danças se preparam para receberem o Título de Bailarinas Clássicas: Gabriela Furlan Chudzinski interpretará o papel de Odete, a rainha dos cisnes.

Luiza Schaeffer,interpretará o papel de Odile, filha de Rotbarth que será interpretado pelo Bailarino Cristian Kraemer.

Bruna Peixoto, viverá o papel que representa a cultura Húngara com o pas – de – deux que dançará com o bailarino Paulo Guilherme.

No papel do príncipe Siegfried, esta o bailarino Willian Almeida que é integrante do ballet Bolshoi. Oportunidade por excelência poder contar com a experiência de caráter internacional neste ano.

O avant- première do Lago esta marcado para o dia 22 de novembro e a apresentação de Gala será no dia 23 de novembro no Teatro Luz de União da Vitoria.

Coreografar para artistas com níveis de conhecimentos diferenciados é tarefa que exige cuidado. Nessa incumbência é preciso ver com nitidez a Triade especial que constrói os pilares que sustentam o nosso mundo: Reflexão, Justiça e Oração.

O ballet o lago dos Cisnes, excede em sim mesmo e cria a bela imagem do Cisne cuja expressão de suas danças traduz emoção, doçura, poesia que da o acesso a alma. Para conseguir esta ação artística e técnica, é preciso renunciar a qualquer problema de indisposição pessoal, para solucionar a composição clássica e ajuda a moldar o caráter.

Quando as cortinas se abrirem e no palco iluminado os artistas se adentrarem, todo o processo de evolução que a arte poderia construir em suas vidas já foi absolvido. Naquele momento é como abrir os olhos e diferenciar a escuridão da luz.

Ali no palco cada alma é como se fosse uma letra. A letra é a menor das unidades que compõe a revelação de uma idéia. Juntas, essas letras formam palavras. Assim é o corpo de baile composto por alunos do baby cláss, básicos, e técnicos que formam frases que preenchem uma página.

Atingir esse grau artístico na qualidade de coreógrafo e diretor é procurar olhar sempre para frente e sentir que o ideal é a vida!

Muita luz para todos.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta