Menino desenhista

Existe um universo de pessoas que adoram desenhar e Gabriel de Jesus é um deles. Em tempos de pandemia, a criatividade foi sua aliada para colocar os sentimentos no papel

Nada é fácil em tempos de pandemia, não é mesmo?

Gabriel de Jesus, 16 anos, assim com muitos brasileiros, teve a sua rotina alterada em razão do novo coronavírus.

Conta ele, que para evitar os maus pensamentos e para passar o tempo, aprofundou ainda mais os estudos da arte.

gabriel-desenhos
Gabriel de Jesus

Ele é desenhista desde os sete anos e é “fera” em dar vida ao lápis de cor no papel.

2020-desenho1

Gabriel ficou conhecido na cidade de Paula Freitas pelo seu dom. Com um lápis e uma folha em branco, ele coloca no papel, toda a sua inspiração.

2020-desenho2

 

“Agora, com a pandemia, aprimorei ainda mais os desenhos. A cada semana, dois novos trabalhos ficam prontos. Organizo minha rotina, porém é a tarde e a noite que me dedico a arte”, diz.

2020-desenho3

Autodidata, tudo começou com o gosto por desenhos animados.

Todos os retratos são realistas.


O adolescente mora com os pais Solange Aparecida e Alexssander, que sonham com ele. A família sonha alto.

Pretendem levar a arte do Gabriel até para o exterior. O menino já chamou a atenção e atraiu olhares para os seus os desenhos durante a semana da cultura realizada pelo Colégio Marina Marés de Souza, em 2019.

De acordo com o pai, o menino carrega na insistência e na agilidade das mãos a arte e a paixão pelo desenho que descobriu quase sem querer.

“Sou um pai orgulhoso. Eu, por exemplo, não sei desenhar nem formiga”, brinca.

2020-desenho4

A mãe acredita no potencial do filho e atribui para um dom divino.

“Gostaríamos que o Gabriel tivesse a oportunidade de realizar cursos e aprimorar a técnica”.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta