Pogron – I. Contestado: Por Tadeu Ribeiro

*Por Tadeu Ribeiro*

Falar sobre um massacre é tarefa difícil em qualquer época, lugar e sobre qualquer povo. Por isso o Pogron é igual em qualquer que seja a causa. Nos Pogrons há mortos, de corpo e de alma!

Ao entrar para o centenário da guerra do Contestado, muitos projetos estão sendo articulados para lembrar as comemorações da data.

Cada um tem seu valor e sua importância. Uns são de importância políticas, outros sociais, outros de reginonalistas. Mas falar de mortes é tarefa dolorosa como já afirmei acima, todos nós sabemos.

Transformar essa tragédia chamada Movimento do Contestado através da arte cênica de maneira reflexiva e ao mesmo tempo transcender uma época, é desafio. Composta por mais de 100 (cem) artistas, a peça teatral “Vida no Contestado”, segue uma trajetória historiologica e de forma artística com uma proposta de fomentar interesse pelo contexto.

Encenada no pretérito do passado, a peça traz ao palco varias linguagens artísticas como o coro falado, o jogral, a musica, a dança, alem dos atores principais. Levando em considerações os aspectos sociais, culturais, econômicos, políticos administrativos, militares e antropológicos, a peça em ato único, tem duração aproximada de 1hora e 45 minutos.

Os atores são munícipes de Porto União- SC, União da Vitoria e Porto Vitoria- PR. São estudantes do ensino fundamental e ensino médio, alem dos grupos da terceira idades tem também profissionais de diferentes atividades. Os artistas são amadores e amantes do teatro que encontram nas artes cênicas um caminho para fortalecer a cidadania.

Empenho de vários segmentos da administração publica do Município de Porto União, contou com o apoio incondicional do município de Porto Vitoria – PR através da Secretaria de Educação fez com que o projeto ganhasse forma e o resultado destas ações, será a estreia da peça no dia 9 de outubro de 2012 e na sequencia uma serie de reapresentações estão agendas tento em Santa Catariana coml no Paraná.

A produção é da Tiberíades Produções através do Portal Cultural Tadeu Ribeiro. A maior produção artística teatral ate agora apresentada a sociedade das gêmeas do Iguaçu. Razão esta que nos enche de orgulho.

Tudo esta sendo preparado com grande atenção aos detalhes por que a sociedade merece esse respeito. São diretores, atores, músicos, bailarinos, coreógrafos, cenógrafos iluminadores que hão de se juntarem num momento totalizando mais de 160 pessoas envolvidas numa única produção. Todos esses envolvidos são o maior patrimônio cultural desses municípios envolvidos com a responsabilidade de passar a mensagem através da arte que imita a vida com a finalidade de emocionar e deixar legado.

Ao publico que anseia pela estreia de mais esse espetáculo, meu agradecimento, por que é por vocês que este trabalho esta sendo feito com esmero. É de vocês que nos vem o maior incentivo!

Tadeu Ribeiro é diretor de repertórios e escritor

 

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta