Bem x Mal: juiz catarinense luta pela universalização dos direitos humanos

Natural de Porto União, cidade que fica a 400 quilômetros de Florianópolis, João Marcos Buch ficou conhecido por receber pessoalmente solicitações dos presos. Ele assumiu recentemente vaga como desembargador substituto no TJSC

·
Atualizado há 3 semanas

João Marcos Buch, ex-juíz da Vara de Execuções Penais de Joinville (SC), compartilha o trabalho desempenhado em pouco mais de uma década em prol da universalização dos direitos humanos. 

(Foto: reprodução / João Marcos Buch)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Buch assumiu recentemente uma vaga como desembargador substituto no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

OUÇA AQUI: