“Bullying sofrido por Quaden Bayles aconteceu comigo”

Liliane Borges, também diagnosticada com nanismo, fez o desabafo. Ela é moradora da Área Industrial de Porto União

Quaden Bayles comoveu o mundo com sua história.

O menino australiano de 9 anos foi filmado pela mãe enquanto chorava e narrava episódios de bullying na escola.

quaden1
(Foto: Reprodução)

Pertinho de nós, em Porto União, Liliane Borges, também diagnosticada com nanismo – assim como Quaden, afirma que já derramou muitas lágrimas diante do preconceito.

liliane1
“É como uma flecha certeira no coração e que provoca cicatrizes irreparáveis”. 

Lili, como é conhecida carinhosamente no Vale do Iguaçu, afirma que episódios como esse só reacendem o que já estava adormecido no seu peito; é como uma flecha certeira no coração e que provoca cicatrizes irreparáveis.

Lili já sentiu essa dor por várias vezes e teme que isso ainda possa acontecer.

Nanismo

O Secretário de Saúde de União da Vitória, Ary Carneiro Junior, explica que é um transtorno que se caracteriza por uma deficiência no crescimento, que resulta em uma pessoa com baixa estatura se comparada com a média da população de mesma idade e sexo.

Ary-Carneiro-Junior-nanismo
(Foto: Ricardo Silveira)

“Pode afetar mulheres e homens indistintamente; a pessoa mantêm a capacidade intelectual preservada e podem levar vida normal e de boa qualidade – salvo raríssimas exceções

Conforme dados de 2016 da Associação de Pessoas com Nanismo do Amazonas (Asnam), a cada 100 mil partos, uma criança nasce com nanismo no Brasil. No entanto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) não possui dados sobre a ocorrência de nanismo no País. No mundo, 250 mil pessoas têm a deficiência (os dados são da Fundação Alpes na Espanha / disponíveis no Uol).

Considera-se anão o homem que mede menos de 1,40 m, e anã, a mulher com altura inferior a 1,35 m.

25 de outubro

Já no dia 25 de outubro é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Preconceito contra a Pessoa com Nanismo.

A data é também comemorada em outros países e homenageia o ator e ativista norte-americano Billy Barty (1924 -2000) que lutava pelos direitos das pessoas com nanismo. Billy, que na vida adulta media um metro e quatorze, era frequentemente escalado para filmes e episódios de televisão atuando ao lado de artistas mais altos.

Quem é Quaden?

A mãe do garoto contou que o bullying com o filho é diário e que ele já tentou suicídio várias vezes.

Mas a vida dele mudou depois que o vídeo viralizou e gerou uma campanha para aumentar a conscientização sobre os impactos do bullying.

Quaden nasceu com uma condição chamada acondroplasia, um tipo de nanismo que possui características físicas mais acentuadas. As características típicas da acondroplasia, que podem ter variações caso a caso, são observadas já no exame pré-natal diante de um crescimento desproporcional dos membros ou após o nascimento com um quadro clínico característico.

O diagnóstico geralmente é clínico, confirmado posteriormente por exames radiográficos. Uma vez que a condição tem causa essencialmente genética, pode ser diagnosticada por meio do teste de DNA.

Quem é Lili?

Ela até pode medir 1,22 de altura, porém é uma gigante de alma e de coração.

liliane4

Aos 31 anos de idade, a moradora da Área Industrial de Porto União, admite que é solteira, mas que pretende realizar o seu maior sonho: que é ter uma família – assim como a de um conto de fadas.

Diagnosticada com nanismo, ela é prova de que é possível levar uma vida normal.

“Eu não sabia que tinha nanismo. Minha família pesquisou muito e aí fomos ao médico; achávamos que o crescimento poderia ser corrigido com hormônio, mas não!”.

Lili, já enfrentou situações de preconceito na infância e na adolescência – chegando a desistir da escola por um período. Amparada pela família e pelo Conselho Tutelar, voltou aos bancos escolares para concluir a educação infantil. Desde então, não parou mais. Estudou, estudou e continua estudando. “A minha família é tudo para mim; sempre me ajudaram e ensinaram a me aceitar”.

De uma família de sete irmãos, Lili admite que é mimada por todos. “Eles são muito ciumentos. Sou muito amada por eles”, brinca.

Sempre de bem com a vida e vaidosa, ela revela facilidade em fazer amizades.

liliane3
Lili já compartilha sua primeira conquista financeira; comprou um carro que foi adaptado para ela.

A sorridente aniversariante de 31 de outubro é auxiliar administrativo na OAB de Porto União.

“Foi o meu primeiro emprego. Sempre quis trabalhar, mas todos pediam experiência e eu falava como se ninguém me deixava aprender! ”, desabafa.

liliane2

Lili já comemora seus quatro anos de empresa. Lá os móveis foram adaptados para ela. Em sua casa não. Ela admite que se esforça ao máximo para realizar todas as atividades seu causar transtornos a ninguém.


Bullying, o que é?

É uma palavra de origem inglesa que designa atos de agressão e intimidação repetitivos contra um indivíduo que não é aceito por um grupo, geralmente na escola. A prática do bullying consiste em um conjunto de violências que se repetem por algum período.

O que é perfeito? 

Já dizia o escritor francês, Honoré de Balzac:

“Quando todo o mundo é corcunda, o belo porte torna-se a monstruosidade”.

Em tempos em que o belo e o perfeito são mostrados diariamente na mídia, nas academias e também buscados em clínicas de estética, o que foge aos padrões convencionais acaba gerando preconceito e discriminação. Não é uma regra para todos; mas acontece.

Como destacou Lili, há sim dificuldades concretas em uma sociedade voltada para pessoas mais altas, porém o preconceito e a discriminação ainda são mais evidentes.

“É preciso união para combater o bullying em todos os sentidos; cada pessoa merece ser respeitada”, afirma.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta