Encontro de gerações, para mais um Jogo do Ano do voleibol

Ponto alto do encontro foi uma homenagem ao professor Isael Pastuch

Integrantes do Jogo do Ano. (Foto: Ricardo Silveira).
Integrantes do Jogo do Ano. (Foto: Ricardo Silveira).

Muitas histórias e muita emoção. Com esses ingredientes, aconteceu no sábado, 30, mais um aguardado Jogo do Ano, dos ex-atletas do voleibol do Colégio Túlio de França. O encontro desse ano foi mais do que especial, com uma homenagem ao professor Isael Pastuch, idealizador dos Jogos Estudantis da Primavera na década de 60.

20191130-jogodoano-esporte-tuliodefranca (1)A mobilização já começa a partir do término do encontro anterior. E para ela, a reunião é ampla: o evento atrai ex-alunos de várias cidades e até de outros Estados. A cada encontro, grandes histórias são relembradas, tornando o evento uma verdadeira viagem no tempo.

Para Wilson Petisco, um dos organizadores do encontro, a cada ano a emoção é diferente.

“É emocionante. Sempre surgem novas histórias, que marcaram várias gerações do Colégio, e aguardamos sempre a chegada desse momento”.

Neste ano, além dos ex-atletas do voleibol comandados pelo professor Celso Senff, o encontro reuniu ex-jogadores do handebol, modalidade que também marcou a história do Colégio Túlio de França.

Homenagem a Isael Pastuch

Um dos grandes momentos da noite foi a homenagem ao professor Isael Pastuch, falecido em 2002. Ele foi o idealizador dos Jogos Estudantis da Primavera do Colégio Túlio de França.

Os jogos foram criados em 1960, e com o passar dos anos foram se consolidando como um dos principais eventos estudantis de todo o Estado do Paraná.

O evento é um dos poucos no gênero que já conseguiu reunir em uma única edição, escolas dos três Estados do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

E a ideia do professor Isael Pastuch é lembrada até os dias atuais, mesmo sem ser realizada com a mesma frequência dos tempos áureos.

O legado esportivo de Isael Pastuch foi enfatizado em outubro de 2016, quando in memorian foi homenageado pela Federação Catarinense de Basquete. Pastuch foi atleta da modalidade, com destaque no Grêmio e Grupo Renner, de Porto Alegre (RS).

Isael Pastuch Júnior recebendo uma homenagem em nome de seu pai
Isael Pastuch Júnior recebendo uma homenagem em nome de seu pai

Isael Pastuch Júnior, filho do professor agradeceu a lembrando enfatizando o legado deixado por seu pai.

“Meu pai era uma pessoa muito especial, amigo de todos e que nos deixou um legado muito importante, e que seguimos em nossas vidas”.

Após as homenagens, os convidados participaram de um jantar de confraternização e claro, já discutiram o principal assunto: o Jogo do Ano de 2020.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta