Atleta canoinhense de tiro ganha ouro inédito para o Brasil na Inglaterra

Luciana Silveira participa de competições há três anos e garantiu o ouro na categoria Piston Lady

Luciana participou da competição com mais de 400 atletas do mundo todo (Foto: Divulgação).
Luciana participou da competição com mais de 400 atletas do mundo todo (Foto: Divulgação).

A atleta canoinhense Luciana Silveira conquistou um fato inédito para o Brasil: ficou em primeiro lugar em sua categoria no World Field Target Championship (WFTC) 2019 na Inglaterra, neste domingo.

Luciana é fisioterapeuta na Clínica Alinhare, em Canoinhas. Ela pratica tiro há pelo menos cinco anos, mas há cerca de três anos que ela participa de competições.

A competição que teve início em 8 de agosto, contou mais de 400 atletas do mundo todo, e foi realizada em Birmingham, na Inglaterra.

Modalidades

Na submodalidade do Tiro Esportivo, vencida por Luciana, os atletas atiram com equipamentos de ar comprimido em silhuetas metálicas em forma de animais que tem pequenos círculos em seu corpo, denominados Kill Zone.

É necessário acertar para que a silhueta caia, marcando o ponto para o competidor. Estes círculos podem variar de tamanho, bem como a distância das silhuetas, altura, inclinação, o que torna cada tiro único e exige muito dos atletas que têm de estudar além das silhuetas, a intensidade e direção do vento para um tiro perfeito.

Luciana garantiu o ouro na categoria Piston Lady, com um total de 93 pontos (parciais de 33, 31 e 29). A prata ficou com Heli Jalakas, com 90 pontos (27, 32 e 31) e o bronze com Ingrid Reinu com 86 pontos (31, 21 e 34).

A atleta disputou ainda na Piston Full (evento que reúne os resultados dos atletas de todos os gêneros em uma única disputa), ficando na 36ª colocação, à frente dos também atletas brasileiros Adolfo Colio, com 32 pontos e a 39ª colocação e Bruno Paccola Meirelles com 32 pontos e a 157ª posição.

Luciana ainda está na Europa, e retorna a Canoinhas na sexta-feira, 16.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta