Morre o ex-atleta Mica, ídolo da A.A.Iguaçu

Mica teve um infarto fulminante durante treino do time Sub-17 do Iguaçu

Mica. (Foto: Acervo Jair da Silva).
Mica. (Foto: Acervo Jair da Silva).

Nascido na cidade de Tupanciretã (RS), Dalmir Vargas Estigarribia, o Mica, morreu nesta segunda-feira, 24, vítima de um infarto fulminante enquanto participava do treinamento da equipe Sub-17 da Associação Atlética Iguaçu. O ex-jogador que desempenhava a função de auxilar técnico tinha 60 anos.

Trajetória

Mica iniciou nas categorias de base do Lansul na cidade de Esteio (RS), e pouco depois se transferiu para o Internacional. No Colorado gaúcho, conquistou o título da Taça São Paulo de Futebol Júnior em 1978.

(Foto: Acervo Jair da Silva).
(Foto: Acervo Jair da Silva).

Em 1979, Mica fez parte da Seleção Brasileira campeã dos Jogos Pan-americanos disputados na cidade de San Juan, em Porto Rico.

No ano seguinte, subiu para o profissional do Internacional sendo preparado para substituir Valdomiro, um dos grandes nomes da história do Colorado Gaúcho.

Porém, foi pouco aproveitado no time principal e seguiu para novos desafios. Em 1986 chegou em União da Vitória, para jogar pelo Iguaçu. Era o inicio de uma grande história com a Pantera Iguaçuana.

mica-exjogador-futebol (7)

Mica foi conhecido durante sua carreira pela precisão de suas finalizações, seja em cobranças de falta ou arremates de fora da área. Tanto que em 1992, na vitória do Iguaçu por 1 a 0 sobre o Grêmio de Maringá pelo Campeonato Paranaense, Mica fez um belo gol de falta, sendo escolhido o ‘Gol do Fantástico’ da Rede Globo.

Anos depois, partiu para outras equipes do futebol paranaense, mas sua identificação foi tão grande com a cidade de União da Vitória, que após encerrar sua carreira retornou, constituiu família e fez ainda mais amigos.

Em seu currículo, treinou diversas escolinhas de futebol no Vale do Iguaçu, além de ser arbitro de competições amadoras na região.

mica-exjogador-futebol (2)

Atualmente, Mica era auxilar técnico do time Sub-17 do Iguaçu que disputa o Campeonato Paranaense, e se preparava para integrar a comissão técnico da equipe profissional, que inicia em agosto a disputa do Paranaense da Série C.

Mica (à direita) com a diretoria do Iguaçu. (Foto: Ricardo Silveira).
Mica (à direita) com a diretoria do Iguaçu. (Foto: Ricardo Silveira).

E nesta segunda-feira, enquanto realizava seu trabalho, Mica passou mal, caiu no gramado do estádio Enéas Muniz de Queiróz, o Campo do Ferroviário. Ele foi socorrido e encaminhado pelo Corpo de Bombeiros de União da Vitória para o hospital APMI.

Porém, não resistiu ao infarto fulminante e faleceu.

O velório de Mica vai acontecer na Capela Mortuária do bairro Santa Rosa, em Porto União, e seu sepultamento ás 16 horas desta terça-feira, 25, na localidade do Maratá.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta