Agenda do BC tem como um dos objetivos fomentar finança sustentável, diz diretor

O diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Ribeiro Damaso, afirmou nesta segunda-feira, durante audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara, que a agenda ambiental da autarquia tem, como um de seus objetivos, o fomento às finanças sustentáveis no Brasil.

Em apresentação aos parlamentares, Damaso afirmou ainda que a agenda de sustentabilidade possui várias vertentes.

“O objetivo principal da agenda de sustentabilidade é assegurar a missão institucional do BC”, pontuou Damaso. A missão do BC está voltada para a estabilidade financeira e do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e para a estabilidade de preços (política monetária).

O diretor do Banco Central afirmou também que a forma de o agronegócio brasileiro continuar crescendo é por meio do financiamento via mercado de capitais. Neste sentido, ele chamou a atenção para projetos vinculados ao Meio Ambiente, ao Social e à Governança (ESG, na sigla em inglês), que vêm crescendo em todo o mundo.

“O agronegócio é um dos segmentos mais pujantes”, pontuou Damaso. “A forma de o agronegócio continuar crescendo é via mercado de capitais”, acrescentou.

Para o diretor do BC, recursos vinculados a projetos ESG são uma oportunidade para o agronegócio brasileiro. Em sua apresentação aos deputados, Damaso destacou o crescimento nos últimos anos do financiamento a projetos sustentáveis. “Estamos chegando a quase US$ 1 trilhão de recursos globais para financiar projetos de ESG”, disse,

0 COMENTÁRIOS