Bitcoin salta 8% e se aproxima da máxima histórica, com iminência de ETFs nos

O bitcoin opera em forte alta nesta manhã, perto da máxima histórica, em meio à euforia no mercado diante da expectativa pelo início das operações do primeiro ETF (fundo negociado em bolsa) da criptomoeda nos Estados Unidos.

Por volta das 07h45 (horário de Brasília) deste sábado, o principal criptoativo do mundo saltava 8,57%, a US$ 63.180. A expectativa de analistas é de que a cotação ultrapasse a marca de US$ 65 mil e renove o recorde histórico estabelecido em maio deste ano.

O otimismo entre operadores foi deflagrado por uma reportagem da que antecipou a iminência da autorização da Securities and Exchange Comission (SEC, a CVM americana) ao ETF de bitcoin, que seria o primeiro desse tipo negociado nos EUA.

Ontem à noite, a agência reguladora aceitou um prospecto da ProShares que prevê o lançamento do fundo de ETF já na próxima segunda-feira. O início das negociações, contudo, não deve ser imediato. A Valkyrie Funds também apresentou documento semelhante.

Para analistas, o sinal da verde da SEC deve impulsionar os preços do bitcoin, sobretudo se os fundos tiverem boa aceitação. O ativo descentralizado registrou forte alta nos cinco primeiro meses do ano, depois que empresas como a Tesla anunciaram intenção de aceitá-lo como meio de pagamento.

O rali, no entanto, foi interrompido em meio ao crescente cerco regulatório da China contra as criptomoedas. Nas últimas semanas, os ganhos foram retomadas na esteira da melhora no sentimento.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.