Internado com covid-19, Renan Dal Zotto segue intubado; Radamés faz fisioterapia

Intubado na segunda-feira por complicações da covid-19, o técnico Renan Dal Zotto, da seleção brasileira masculina de vôlei, segue com o mesmo quadro clínico após atualização do boletim médico divulgado nesta terça pelo Hospital Samaritano Botafogo, localizado na zona sul do Rio de Janeiro. O treinador está internado desde a última sexta.

Renan Dal Zotto foi submetido a um procedimento vascular, em decorrência de um quadro de trombose arterial aguda. A cirurgia, realizada na noite de segunda-feira, não apresentou intercorrências. O treinador segue sedado, em ventilação mecânica e seu estado de saúde permanece estável.

O treinador e ex-jogador da seleção brasileira testou positivo para o novo coronavírus na última terça-feira. Em isolamento, ele apresentava sintomas leves. Na sexta, porém, apresentou piora do quadro e precisou ser internado, no Rio de Janeiro, com baixa saturação de oxigênio no sangue.

Também na capital fluminense está internado, no Centro de Terapia Intensiva, Radamés Lattari, vice-presidente da CBV. Ele foi extubado na última segunda-feira e já fazendo fisioterapia, no quarto, sem necessidade de oxigênio suplementar.

CONVOCAÇÃO – Mesmo com Renan internado, a seleção anunciou mais dez jogadores convocados para treinos no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). Os atletas não haviam sido chamados antes porque estavam disputando a final da Superliga. Foram oito convocados do EMS Taubaté Funvic (SP), campeão da competição, e dois do Minas Tênis Clube (MG).

Foram chamados o levantador Bruninho, o oposto Felipe Roque, os centrais Maurício Souza e Lucão, os ponteiros Maurício Borges, Douglas e João Rafael, e o líbero Thales, todos da equipe paulista. Do time mineiro, foram convocados o central Matheus e o líbero Maique. Eles se juntam a outros oito convocados anteriormente e cinco atletas convidados.

0 COMENTÁRIOS