JSL tem lucro líquido ajustado recorde de R$ 47,7 milhões no 1º trimestre

A JSL, subsidiária de logística da Simpar, registrou lucro líquido ajustado recorde de R$ 47,7 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 408% em relação ao mesmo período do ano passado e de 56,4% ante o quarto trimestre, em meio a revisão de custos e gestão de endividamento da companhia e também pelos resultados apresentados pela Fadel e Transmoreno no trimestre.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) atingiu R$ 127,8 milhões, alta de 15,9% na comparação com o primeiro trimestre de 2020 e de 5,5% em relação ao trimestre imediatamente anterior. A Margem Ebitda foi 15,0% no primeiro trimestre, absorvendo o aumento de custos de insumos e combustível no período, ainda não impactado pelos reajustes aplicáveis aos contratos.

Se desconsiderarmos os reembolsos de custos recebidos pela desmobilização de um contrato no primeiro trimestre de 2020, o crescimento da Margem Ebitda seria de 2,8 pontos percentuais. Já a receita líquida da JSL totalizou R$ 868,1 milhões no primeiro trimestre, alta de 25,1% sobre o mesmo período do ano anterior e ganho de 6,1% ante o quarto trimestre.

A empresa ressalta ainda que nos meses de janeiro a março, “continuamos o processo de gestão do nosso endividamento e realizamos o pré-pagamento de R$ 68,5 milhões, encerrando o trimestre com uma dívida líquida de R$ 1,6 bilhão, um custo do endividamento líquido que, após impostos, chegou a 4,0% levando a uma Dívida Líquida/EBITDA de 3,1x e Dívida Líquida/EBITDA adicionado de 2,4x”.

0 COMENTÁRIOS