Laerte recebe o prêmio Juca Pato da União Brasileira de Escritores

A cartunista Laerte Coutinho recebeu na quinta-feira, 23, o prêmio Juca Pato, concedido anualmente pela União Brasileira de Escritores, que elege o intelectual do ano.

Laerte concorria com personalidades como a historiadora Lilia Moritz Schwarcz, os escritores Nélida Piñon e Carlos Nejar e a jornalista Patrícia Campos Mello.

Criadora de personagens como os Piratas do Tietê, Laerte se consagrou como um dos maiores nomes do cartunismo brasileiro desde os anos 1980.

Nas últimas décadas, ela enveredou por um caminho mais abstrato e conceitual em suas charges, algo que pode ser visto na coletânea Manual do Minotauro, publicada este ano pela Quadrinhos na Cia, reunindo 1500 tiras dentre o melhor de sua produção recente.

Em 2017, a cartunista foi protagonista do documentário Laerte-se, da Netflix. Laerte tem 70 anos e há três décadas produz periodicamente para o jornal .

Esta foi a 58ª edição do troféu, que já foi concedido a nomes como Ailton Krenak, Ignácio de Loyola Brandão e Milton Hatoum.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.