Brasileiro deverá ser julgado pela Justiça Tailandesa na próxima terça-feira

Jovem de Apucarana preso na Tailândia deverá ser julgado na próxima semana. De acordo com a defesa de Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, o brasileiro deverá ser julgado pela Justiça Tailandesa na próxima terça-feira, 17. Nesta quinta-feira, 12, uma outra brasileira presa na Tailândia por tráfico internacional foi condenada a 9 anos e 6 meses de prisão.

Nesta quinta-feira, 12, a Justiça Tailandesa anunciou a condenação de Mary Hellen Coelho, de 22 anos, que foi presa no Aeroporto de Bangkok em fevereiro por tráfico de cocaína, a 9 anos e 6 meses de prisão. Ela é uma dos três brasileiros que partiram de Curitiba, rumo ao país asiático.

E entre os jovens também estava Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, que é morador de Apucarana. Ele foi preso no dia 14 de fevereiro, ao tentar entrar na capital tailandesa com 6,5 quilos de cocaína, divididos em duas malas. Na última quinta-feira, 5, ele conseguiu fazer o seu primeiro contato com a família, em uma ligação de cerca de 5 minutos de duração, onde pediu perdão aos pais.

O paranaense deverá ser o próximo brasileiro a ser julgado pelo crime. Procurada pela CBN, a defesa de Jordi informou que o julgamento deverá ocorrer na próxima terça-feira, 17. Segundo o advogado contratado pela família no Brasil, Petrônio Cardoso, a defesa trabalha com uma condenação de 5 a 10 anos de prisão. Eles não acreditam em uma condenação por pena de morte, como era previsto em crimes de tráfico de drogas na Tailândia há alguns anos. [ouça no áudio acima]

Ainda de acordo com Cardoso, a família havia sido orientada a contratar um advogado tailandês para conduzir o caso. O país asiático não permite que advogados estrangeiros realizem a defesa de casos julgados por lá. Após o resultado do julgamento, a defesa passará a trabalhar pela extradição do jovem.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.