Conheça a trajetória de Yuri Martins, paranaense campeão mundial de poker

(Foto: Reprodução).
(Foto: Reprodução).

Em 50 anos de trajetória, o World Series of Poker (WSOP) coroou seis campeões brasileiros diferentes. Desse grupo, apenas o Paraná é o Estado que conta com mais de um vencedor do título mais importante do poker mundial. Em 2008, Alexandre Gomes, de Curitiba, tornou-se o primeiro do país a ganhar o bracelete. Agora, em junho deste ano, foi a vez do também curitibano Yuri Martins entrar para a história do Brasil nessa modalidade.

Conhecido nas mesas online como “theNERDguy”, Yuri é uma estrela no cenário mundial. Em aproximadamente 10 anos de carreira, o curitibano tem um currículo pra lá de invejável que foi coroado com o título do WSOP deste ano quando no dia 24 de junho ele soltou o grito de campeão no Rio All-Suite Hotel & Casino, em Las Vegas.

Para ficar com a conquista, Yuri teve que superar 400 competidores — a maioria deles profissionais de altíssimo nível — e assim levar o maior título em torneios ao vivo da carreira. Como retorno financeiro, o curitibano embolsou a US$ 213.750.

Yuri foi campeão na variante Mixed Games, que como o próprio já diz é uma junção de várias modalidades existentes nesse esporte. Especialista nesse jeito de jogar, ele já havia conquistado boas atuações em outras competições relevantes de Mixed Games na carreira.

A vitória no evento #51 do WSOP não foi o único destaque do brasileiro no circuito deste ano. Yuri saiu do Main Event, que é o termo usado para o torneio principal de qualquer campeonato de poker, com a 28ª colocação e, consequentemente, como o melhor brasileiro.

Ao todo, o Main Event do WSOP deste ano registrou o total de 8.569 inscritos, o que torna a 28ª colocação um feito extremamente importante para a sua carreira. Como resultado de sua ótima performance no evento, ele ganhou até mais que o título de Mixed Games e adicionou US$ 261.430 à conta bancária.

No escopo geral, a participação de Yuri no WSOP foi extremamente positiva no saldo financeiro. Ao conquistar premiação em seis eventos diferentes, o curitibano ganhou US$ 514.596.

Quem acompanha um pouco do que acontece no poker nacional consequentemente já ouviu falar o nome de Yuri Martins e provavelmente não se surpreendeu com a excelente participação do curitibano no WSOP.

A carreira de Yuri já era extremamente consolidada antes de brilhar na Copa do Mundo de poker. Em 2014, por exemplo, ele entrou para a história do poker nacional ao se tornar um dos poucos do país a atingir o posto de número um do ranking online mundial.

Para chegar ao topo, Yuri teve que batalhar muito e se dedicar integralmente ao poker de maneira extremamente focada e ele precisou de bastante resiliência para colher os frutos e atingir a primeira colocação mundial.

Em setembro de 2014, Yuri obteve o que foi um dos maiores resultados de todos os tempos no poker online nacional. No World Championship Of Online Poker daquele ano, 2.142 inscritos estiveram na disputa no que foi chamado pela imprensa especializada como “torneio dos sonhos”, pois os melhores competidores do planeta estavam no campeonato.

Nomes como Viktor Blom, Faraz Jaka, Daniel Negreanu e vários outros de muito destaque no ramo estavam jogando contra Yuri. Na ocasião, o curitibano só perdeu para o austríaco Fedor Holz e recebeu o total de US$ 708.251 como prêmio — além de ter sido o único brasileiro entre os oito finalistas.

No cenário do poker ao vivo, Yuri nunca conseguiu o mesmo sucesso em termos de consistência que atingiu no modo online, mas isso não é nenhum demérito, pois o jogador focou grande parte de sua carreira nas mesas digitais.

No entanto, em termos de ranking, Yuri tem boas colocações no Global Poker Index (GPI), que é o principal site que contabiliza os resultados em torneios ao vivo e coloca tudo isso em pontos.

Neste ano, por exemplo, Yuri está entre os 20 melhores brasileiros na corrida pelo ranking de número um do país nas competições de poker ao vivo. Desde que o ranking foi criado, em 2015, o curitibano terminou todas as temporadas entre os 100 primeiros.

O maior destaque veio em 2015, quando ele ficou com a terceira colocação geral do ranking brasileiro, atrás apenas de grandes nomes como Ariel Celestino e André Akkari, respectivamente.

Naquele ano de 2015, o que impulsionou o ranking de Yuri nos eventos ao vivo foi o título na grande final do Latin Poker American Tour (LAPT), em parceria com o Brazilian Series of Poker (BSOP) para o BSOP Millions. Nesse torneio disputado em São Paulo, o curitibano ganhou R$ 652.509.

Muito experiente tanto no poker online quanto no ao vivo, Yuri já provou várias vezes que é um dos profissionais mais versáteis da modalidade e os seus excelentes resultados mostram isso. Em alta na carreira e com uma década de experiência em alto nível, o curitibano tem qualidade de sobra para talvez conquistar outro título do WSOP e cravar ainda mais o seu nome na história do poker brasileiro.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta