ESTAR: Novo aplicativo provoca confusão e críticas de usuários

Nova plataforma não reconhece a antiga e quem tem créditos está recebendo notificação de regularização

 

Desde a última sexta-feira, 1º, os usuários do sistema de estacionamento rotativo de União da Vitória estão convivendo com uma ferramenta, segundo a Zona Azul Brasil, ainda mais eficiente para aquisição e utilização de créditos. No entanto os primeiros dias do novo aplicativo estão provocando polêmicas e confusão junto aos usuários.

A plataforma Digipare, sistema que a Zona Azul Brasil, colocou em operação na sexta, foi apresentada no dia 31 de janeiro. O diretor da empresa, Claudinei Barduque garante que o sistema é o mais moderno do Brasil.  “É uma importante evolução que só traz benefícios. Por exemplo, o de poder colocar e consultar créditos utilizando um telefone público”, disse. Contudo os usuários estão encontrando dificuldades para usufruir do novo aplicativo.

Desencontro de plataformas

Como o novo aplicativo diversos usuários relataram a reportagem que não conseguiram usar a nova plataforma, pois o sistema pede o número do CPF. Na opção de confirmar, vem o problema. Uma mensagem diz que já existe uma conta com aquele CPF.

Para piorar, muitos usuários que tem saldo no aplicativo anterior estão recebendo notificações de regularização, porque os apontadores não encontram nenhum centavo para creditar.

Um dos usuários disse possuir R$ 50 de crédito, mas levou notificação de R$ 2. “Eu tenho os créditos, mas mesmo assim recebi essas notificações. Não é justo”, disse o condutor de um carro particular. É o mesmo caso de muitos outros usuários que não admitem receber regularizadoras mesmo tendo créditos no Estar.

O que diz a empresa

A CBN Vale do Iguaçu conversou, por telefone com o Diretor da Zona Azul Brasil, Claudinei Barduque. Ele minimizou o problema, exaltando a eficiência da nova plataforma. “É a mais eficiente plataforma existente no Brasil atualmente. Por meio dela, o usuário de União da Vitória pode usar seus créditos em qualquer município em que o Digipare esteja vigente”, explicou.

Para sua implantação o novo aplicativo precisou de uma transferência de todos os dados (do anterior) para a nova plataforma. Segundo Barduque “caso o usuário não se encontre nos dois sistemas é porque tem irregularidades no cadastro, por isso a troca do sistema. Ele (o app) tem sistema bancário, integrado ao Banco Central do Brasil”, explicou.

O diretor da empresa garantiu a quem tem créditos, que ele está reservado, inclusive com o acompanhamento do município, e recomendou os usuários com dificuldades a refazer o cadastro.

Esse cadastro pode ser feito por e-mail na página da Zona Azul ou presencialmente na sede da empresa em União da Vitória. Devido aos problemas, filas se formaram em frente ao escritório da Zona Azul Brasil.

Ainda segundo a empresa, os clientes cadastrados no aplicativo poderão também contar com ativação via SMS Gratuito, ligação gratuita para a Unidade de Resposta Audível “0800” (URA) e até pelo site www.digipare.com.br. O pagamento pode ser com dinheiro, cartões de débito ou crédito e com o cartão inteligente Smartcard da concessionária, que funciona como um cartão pré-pago.

A recarga do cartão poderá ser feita nos pontos de venda, com os monitores ou na central de atendimento ao usuário. Além disso, o aplicativo possui um alarme que avisa ao usuário o término de período validado e a ampliação do período de permanência.

Barduque disse que os apontadores podem fazer esse cadastramento, contudo, eles têm orientado aos usuários para comparecer da sede da empresa, o que está provocando mais irritação nos usuários. Ele garantiu Assim que o usuário finalizar “com sucesso” o novo aplicativo, os créditos existentes migram automaticamente.

Para saber mais sobre o aplicativo

Para maiores informações, o usuário pode se dirigir à Uvtran, no prédio da antiga prefeitura, procurar um monitor da Zona Azul (que estarão distribuindo já a partir desta sexta-feira um guia de bolso com todas as informações necessária) ou ir ao escritório da empresa, na Rua Benjamin Constant, 377 – Fone (42) 3522-8408. Outras informações sobre o aplicativo podem ser em encontradas no site da empresa.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta