Identidade da caveira encontrada em Canoinhas ainda é um mistério

Ossos estavam enterrados no distrito de Paula Pereira, interior da cidade

Um ano depois, ainda segue um mistério sobre a identidade da caveira e dos ossos encontrados enterrados no distrito de Paula Pereira, interior de Canoinhas, em junho e julho do ano passado.

(Foto: divulgação / Portal Jmais)

Segundo o delegado Darci Nadal Junior, conforme o Portal Jmais, que encaminhou a ossada para perícia, não houve nenhum avanço na tentativa de identificar a identidade da caveira e dos demais ossos.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Canoinhas recebeu em outubro do ano passado laudo referente a identidade do crânio e fragmentos de ossos desenterrados em uma lavoura no dia 28 de junho de 2021.

À época Junior contou que “não foi possível determinar o intervalo post-mortem por limitação técnico-científica. Uma amostra do material ósseo foi encaminhada para o Instituto de Análises Forenses (IAF) do IGP para inclusão do perfil genético da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos.”

A nova tentativa de identificação não foi bem-sucedida.

“Sem avanço na identificação de desaparecidos para comparação de DNA”, explica o delegado considerando, por enquanto, inconclusiva a análise. Isso pode mudar se, por exemplo, familiares procurarem a Delegacia para reclamar o corpo de algum desaparecido. Aí se compararia material genético de um familiar com o material genético da ossada. “Por enquanto não conseguimos identificar a ossada e nem determinar a causa da morte”, afirma Junior.


Um cemitério desativado pode ser a resposta para o enigma.  Segundo o Portal Jmais, uem faz o alerta é o historiador Fernando Tokarski.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.