Mate do Iguaçu estimula a solidariedade

Parceria com a Pantera do Vale cria novo sabor do Meu Mate. Percentual das vendas será doado para a compra de cadeira de rodas elétrica

A Associação Atlética Iguaçu lança na segunda-feira, 22, em parceria com a Ervateira Capimar, o Mate do Iguaçu. O produto faz parte da linha Meu Mate e, em um primeiro momento, serão comercializadas 300 unidades da lata temática. Parte das vendas de cada lata será destinada para a compra de uma cadeira de rodas elétrica para o jovem Eduardo Rodrigues, de 14 anos.

“Eduardo teve problemas no nascimento e, com isso, teve uma pequena atrofia cerebral. Aos seis meses, começaram as convulsões”, relata Fabrício Rodrigues da Silva, o pai do garoto. Eduardo foi diagnosticado com a Síndrome de West. Há cinco anos utiliza a mesma cadeira, que já não é mais capaz de suprir completamente as necessidades do jovem.

Foto: Mariana Honesko.
Foto: Mariana Honesko.

 

A empresária Elizabete Capeleti, responsável pela Ervateira Capimar, já conhecia a história de Eduardo. Então, pensou em unir o lançamento do produto temático do time do Iguaçu com uma ação em prol do menino, que foi chamada de Meu Mate Solidário. “Fizemos uma reunião com a diretoria do Iguaçu e eles toparam. Vai ter um maior engajamento e um retorno mais rápido. Vamos dar o pontapé com o lançamento do projeto e todo mês, vamos fazer alguma ação para impulsionar o movimento”, explica Elizabete.

“Para o Iguaçu é uma honra poder participar desse projeto da Capimar, a quem preciso agradecer pelo apoio em nome do clube. Nesse mate se encontram forças do sul do Paraná, seja pelo produto em si, por essa empresa ou pelo time. Todos importantes para a região”, disse o presidente do time, José Luis Ruski.

Elizabete com  Fabrício e Dudu: foco é para compra de uma nova cadeira de rodas. / Foto: Mariana Honesko
Elizabete com Fabrício e Dudu: foco é para compra de uma nova cadeira de rodas. / Foto: Mariana Honesko

O valor da cadeira de rodas elétrica desejada por Eduardo está estimado em R$ 10 mil. Para impulsionar a arrecadação, uma vaquinha solidária também segue em andamento. “Sempre colaborei em ações na nossa cidade e eu pessoalmente ajudo como posso. Mas, vi uma oportunidade de não só eu como pessoa física ajudar, mas todos nossos colaboradores também, de maneira indireta. Todos estão envolvidos e isso que é o bacana. Assim que a gente consegue alcançar grandes feitos”, afirma Elizabete.

SERVIÇO

Lançamento Mate do Iguaçu e Meu Mate Solidário

Dia 22 de fevereiro, às 18 horas, na Estação do Mate, no bairro Ouro Verde

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta