Pandemia impulsiona recorde de vendas de produtos para organização de ambientes

Empresários buscam medidas que amenizem a situação e buscam inovações para superar a crise, isso é um retrato de comum para todo trabalhador, seja da indústria, do comércio e afins. Como objetivo comum é a superação, muitos buscam se reinventar, buscar estratégias para manter os negócios, otimizar a produção, mantendo a qualidade e atendimento.

A queda na demanda por produtos, dificuldade de conseguir insumos e matérias-primas, pela redução da oferta de capital de giro no sistema financeiro e inclusive dificuldade de entrega, algumas cidades oscilam em decretos e status de bandeira, lockdown e etc. São vários os fatores que interferem na atividade.

De acordo com o Portal da Indústria, 92% das empresas consultadas são afetadas negativamente pela epidemia do coronavírus. E de acordo com o IBGE: ‘é a queda mais intensa da indústria desde o início da série histórica, em 2002, e o segundo resultado negativo seguido, com perda acumulada de 26,1% no período.’

Este foi o retrato da pandemia em seus primeiros meses na indústria, porém apesar de toda situação, alguns dados e informações se alteram de acordo com os números variáveis do COVID-19.

Um exemplo de tudo isso é a Presto Sistemas de Organização, indústria localizada em Erechim, no Rio Grande do Sul, mostra que superação e trabalho são as palavras chaves, no início da pandemia teve um número significativo de corte funcionários e agora está em seu terceiro mês consecutivo com meta batida e recorde de vendas alcançados em plena pandemia. Conseguindo sair da crise, contratando mais funcionários e obtendo um crescimento de mais de 15%. A empresa compõe o Grupo Wtec.

‘Temos mais de 45 representantes no Brasil, que possuem uma carteira de clientes que alternam entre lojas físicas e e-commerces, totalizando mais de 100 lojas para atender dentro e fora do país. Com estouro da pandemia muitas pessoas precisaram ficar mais tempo em casa, inclusive buscar alternativa de empreendimento, montar home offices e espaços de trabalho, sendo assim precisando organizar ambientes, assunto que nós entendemos bem e estamos prontos para auxiliar.’ (Carlos Rizardi – Gerente de Marketing)

Confiança e otimismo imperam em alguns setores e empresas. Até mesmo para o enfrentamento das consequências decorrentes do vírus ao longo dos meses. Existe uma nova perspectiva para o futuro e é nisso que devemos acreditar e seguir.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta