Polícia prende suspeito de ataque a transportadora de valores em Guarapuava

Policiais civis do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam na noite deste domingo, 08, um homem suspeito de participar da tentativa de roubo a uma transportadora de valores em Guarapuava (PR), em abril.

Cerca de 30 homens fortemente armados, que chegaram em veículos blindados, participaram da ação na época, segundo a polícia paranaense. Um policial militar morreu após ser baleado.

Conforme a Polícia Civil paulista, o homem identificado como Anderson Parra Pereira, 39, foi preso em Hortolândia, na região de Campinas, interior do estado. Ele era procurado por suspeita de roubo. A reportagem não localizou a defesa dele.

A detenção de Pereira foi realizada por policiais da 5ª Delegacia de Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Bancos), que já o monitoravam. “A equipe apurava as atividades do procurado, criminoso especializado em roubos a bancos e empresas de transporte de valores, e passou a fazer diligências a locais aos quais frequentaria”, relatou a Polícia Civil.

O homem foi localizado na rua Padre Manoel Bernardes, no Jardim Amanda. A polícia diz que ele não reagiu à abordagem e confessou ter participado da tentativa de roubo no Paraná.

Foi a segunda ação da Polícia Civil de São Paulo em relação à tentativa de roubo no Paraná. Ainda em abril, poucos dias após a ação cinematográfica, em que os disparos de arma de fogo deixaram um rastro de terror nos moradores, uma operação também comandada pelo Deic em uma chácara em Araçariguama, no interior de São Paulo, resultou na apreensão de armas e munições que seriam utilizadas em roubos a empresas de transporte de valores. O arsenal seria da mesma quadrilha que atuou em Guarapuava.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.