Projeto para o aeroporto de Caçador (SC) receber voos cargueiros avança

A cidade de Caçador, em Santa Catarina, deu mais um passo, na última terça-feira, 04, para que o aeroporto regional Carlos Alberto da Costa Neves possa receber aviões de cargas. O projeto, que começou a ser idealizado ainda em 2017, já conta com R$ 43 milhões garantidos pela Secretaria de Aviação Civil, do Ministério da Infraestrutura, do Governo Federal.

A cidade de Caçador, em Santa Catarina, deu mais um passo, na última terça-feira, 4 de janeiro, para que o aeroporto regional Carlos Alberto da Costa Neves possa receber aviões de cargas. O projeto, que começou a ser idealizado ainda em 2017, já conta com R$ 43 milhões garantidos pela Secretaria de Aviação Civil, do Ministério da Infraestrutura, do Governo Federal.

Com a construção do novo terminal, o aeroporto poderá se tornar multimodal, aéreo e rodoviário, alfandegado. “Já temos uma grande e importante parceria com o Governo de SC e com o Ministério da Infraestrutura para que as obras possam acontecer. Com isso, nossa economia vai crescer, pois poderemos importar e exportar pelo nosso aeroporto, fazendo com que os recursos fiquem aqui em nossa cidade, proporcionando mais qualidade de vida para todos os cidadãos”, acrescentou o secretário Roberto Marton, que vem conduzindo o projeto.

“Vemos com muito entusiasmo este grande projeto passar a sair do papel, pois foram muitos anos de trabalho, enfrentando burocracias e fazendo as adequações necessárias”, enfatizou o vice-prefeito, Alencar Mendes.

Além da ampliação da pista, também haverá a duplicação do acesso até o aeroporto, já com o objetivo de preparar aquela área para o crescimento que irá ter nos próximos anos. “A Câmara de Caçador também é parceira para este grande projeto, pois sabemos do desenvolvimento que irá trazer para Caçador e toda a nossa região”, salientou o presidente da Câmara, Moacir D’Agostini.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.