DNIT sinaliza reparos emergenciais na BR-476 a partir de fevereiro

(Foto: Assessoria).
(Foto: Assessoria).

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) sinalizou a realização de reparos emergenciais na BR-476, entre União da Vitória e São Mateus do Sul a partir do mês que vem. Além disso, em reunião na sede regional do órgão, em Curitiba, o deputado Hussein Bakri (PSD) teve a informação de que há um estudo em andamento para restauração completa e definitiva do trecho, cuja licitação deve ser aberta ainda neste ano. (ASSISTA O VÍDEO NO FIM DA REPORTAGEM).

“Todos sabem que eu fiz um vídeo dias atrás na BR-476. E sempre que faço isso, trago a resposta. Não o faço para criar nenhum tipo de factoide ou para ter ganho político. Fiz porque achei necessário. Por isso, fico muito feliz de ter sido recebido hoje no DNIT e obter as respostas daquilo que coloquei. Num primeiro momento, serão feitos reparos emergenciais e, depois, haverá uma recuperação completa da rodovia, que é o que todos nós sonhamos. Em nome da região Sul do Paraná, agradeço a pronta resposta”, afirmou Hussein Bakri, que é Líder do Governo Ratinho Junior na Assembleia Legislativa.

Atribuindo o atual estado da via às fortes chuvas, o superintendente regional do DNIT no Paraná, José Carlos Beluzzi de Oliveira, afirmou que, com a abertura do orçamento de 2021 do órgão entre fevereiro e março, a empresa responsável pela manutenção do trecho de União da Vitória a São Mateus do Sul terá assegurados os recursos para o reparo da via. Além disso, o contrato com a empreiteira deverá ser renovado em março, garantindo uma terceira etapa de recuperação da BR-476.

Beluzzi ainda se comprometeu a acompanhar o deputado Hussein Bakri em uma visita técnica na rodovia no mês que vem, para poder levar a Brasília uma linha de ação que vá além da manutenção periódica do trecho.

“O nosso planejamento é garantir a trafegabilidade até o final do ano, quando pretendemos resolver os problemas da rodovia de forma definitiva. Está em andamento um estudo de viabilidade para restauração completa da via, que também englobaria outras soluções como um contorno em São Mateus do Sul e mais três pontes. Talvez possamos licitar a obra ainda neste ano”, revelou o superintendente regional do DNIT.

Inaugurada na década de 1960, a chamada Rodovia do Xisto é uma rodovia antiga, com vários quilômetros de pista simples, sem a manutenção necessária e com movimento grande de caminhões. O trecho tem um total de 80 quilômetros e vai da Lapa até São Mateus do Sul.

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta