Prefeitura rompe contrato com empresa que reformava Praça Coronel Amazonas

Prazo para entrega da obra expirou em 26 de junho e empresa realizou apenas 27% das atividades previstas

(Foto: Divulgação/Assessoria).
(Foto: Divulgação/Assessoria).

A Prefeitura de União da Vitória rescindiu o contrato com a empresa Giralda Construtora de Obras, que era responsável pela revitalização da Praça Coronel Amazonas, localizada em frente ao prédio do campus da Unespar.

O prazo para a obra ser finalizada era do dia 26 de junho. O investimento feito no local é de R$ 1.610.453,30, com recursos do governo do estado e contrapartida do município.

Nas atividades previstas, estão a realização de drenagem e águas pluviais; calçadas, canteiro, bancos, lixeiras, bicicletários, iluminação, construção de dois quiosques, uma fonte interativa com espelho d’água, pergolado em madeira, museu ao ar livre e arco decorativo, além do remanejamento de monumentos existentes: monumento rosa dos ventos e monumento mapa do Brasil.

A construtora realizou apenas 27% das atividades: a construção da mureta, sistema de drenagem e a alvenaria dos quiosques.

“Tivemos várias reuniões com a empresa. Ela foi notificada diversas vezes. Mas, infelizmente, a justificativa foi que devido a problemas financeiros não seria possível concluir a obra”, explica o Secretário de Planejamento, Clodoaldo Goetz.  A partir de agora, uma nova empresa precisa ser licitada. “Não temos uma empresa segunda colocada. Vamos ter que licitar novamente essa obra”, detalha Clodoaldo. Com recursos próprios, a Prefeitura vai fazer a construção do passeio em volta da Praça e a colocação de novos abrigos de passageiros para melhorar a mobilidade.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta