ALEP: Projeto quer limitar plantio de árvores próximo a redes de energia

Intenção da proposta é evitar acidentes na rede elétrica em dias de tempestades e vendavais

(Foto: Reprodução).
Somente em 2017, cinco pessoas acabaram morrendo vítimas de acidentes envolvendo rede elétrica e vegetação (Foto: Reprodução).

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, presidida pelo deputado Anibelli Neto (MDB), aprovou nesta segunda-feira, 21, parecer favorável ao projeto de Lei 533/2019, de autoria do deputado Hussein Bakri (PSD), que estabelece limites para o plantio de árvores de grande porte próximo a redes de distribuição de energia elétrica.

A intenção da proposta é estipular uma faixa de segurança mínima nos mais de 200 mil quilômetros por onde passam as redes de distribuição e transmissão de energia em várias regiões do Paraná. Segundo a justificativa, a vegetação é responsável por mais de 50% das interrupções no sistema de distribuição. Em dias com registro de tempestades e vendavais a situação é agravada pelo contato frequente das árvores com os cabos condutores, causando desligamentos e até rompimento de cabos e destruição das estruturas, acarretando ainda falta de energia para aos consumidores.

Além do prejuízo causado com a falta de eletricidade, outra preocupação é o risco que a rede elétrica representa para pessoas e animais. Somente em 2017, foram registrados no Paraná dez acidentes graves, sendo que cinco pessoas acabaram morrendo vítimas de fatalidades envolvendo a rede elétrica em contato com a vegetação.

Cadeia Produtiva do Leite

Outra análise feita pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural foi ao requerimento 3273/2019, que prevê a constituição da Frente Parlamentar em Defesa da Cadeia Produtiva do Leite, que será composta pelos deputados; Wilmar Reichembach (PSC), Marcel Micheletto (PL), Dr Batista (PMN), Anibelli Netto (MDB), Nelson Luersen (PDT), Paulo Litro (PSDB), Professor Lemos (PT), Luciana Rafagnin (PT), Luiz Fernando Guerra (PSL), Emerson Bacil (PSC) e Rodrigo Estacho (PV).

O requerimento recebeu parecer favorável. Com relatoria do deputado Artagão Júnior (PSB), a Comissão também apreciou parecer favorável ao projeto de Lei 575/2018, de autoria do deputado Professor Lemos (PT), que insere no calendário estadual a Festa da Batata Doce e da Reforma Agrária, realizada anualmente entre a última semana de novembro e a primeira semana de dezembro, no município de Londrina.

Participaram da reunião os deputados; Anibelli Neto (MDB); Artagão Júnior (PSB); Luiz Fernando Guerra (PSL); Professor Lemos (PT); Rodrigo Estacho (PV) e Mauro Moraes (PSD).

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta