Vote em segurança em meio à pandemia de covid-19

Confira as orientações

As eleições para prefeito e vereador serão realizadas em 5.569 municípios nos dias 15 (primeiro turno) e 29 (segundo turno) de novembro.

De acordo com especialistas ouvidos pelo portal Uol e, que deram consultoria à Justiça Eleitoral na elaboração do plano sanitário às eleições, afirmam que é seguro ir às urnas, desde que os procedimentos de prevenção sejam rigorosamente obedecidos.

eleicoes_2020_-_banner_destaque_01


Confira:

  • É obrigatório o uso de máscara?

Sem máscara não será permitido o acesso aos locais de votação e os eleitores que não estiverem usando a máscara serão impedidos de entrar, segundo o tribunal Superior Eleitoral (TSE).


  • Urna eletrônica vai ser limpa com álcool?

 Higienizar a urna com álcool poderia danificar o equipamento. Por isso, o eleitor deve higienizar as mãos com álcool antes de votar e logo após deixar a cabine de votação. As seções eleitorais terão à disposição álcool gel e álcool líquido em recipiente borrifador.


  • O que mudou na hora de identificar o eleitor?

Na hora da votação, vai funcionar assim: o eleitor apresenta seu documento ao mesário (que não vai manusear a documentação) e assina a lista de votação, preferencialmente com uma caneta própria que ele trouxe de casa. Em seguida, higieniza as mãos com álcool e se dirige à urna para depositar o voto. Após votar, higieniza novamente as mãos com álcool. Para reduzir as filas, nessas eleições não será feito a identificação do eleitor por meio da biometria, método que torna o tempo de votação 70% maior, segundo o TSE.


  • Quem é idoso pode ir votar?

TSE recomenda que os eleitores com 60 anos ou mais, considerados grupos de risco para a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, votem entre as 7h e as 10h. Esse intervalo, porém, não será obrigatório e pessoas de outras idades não serão barradas nesse horário mas deverão aguardar ao final da fila ou em fila separada, respeitando a preferência dos maiores de 60 anos.



  • Quem tem sintomas não deve ir votar?

TSE orienta os eleitores e mesários que estiverem com febre ou tenham testado positivo para covid-19 nos últimos 14 dias antes da eleição a ficarem em casa.


  • Haverá distanciamento nas filas?

Os locais de votação terão marcações no chão para indicar a distância mínima de segurança, que será de um metro entre mesários e eleitores e também de um metro entre os eleitores nas filas. Outra medida para evitar aglomerações foi a extensão do horário de votação em uma hora. Em vez do horário tradicional das 8h às 17h, neste ano a votação começa mais cedo, às 7h, e vai até as 17h.


  • Como posso justificar a ausência nas eleições?

 Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral poderão fazer a justificativa pelo aplicativo E-Título, que pode ser baixado pelo telefone celular. Quem não conseguir acesso ao aplicativo continua podendo fazer a justificativa presencialmente nas seções eleitorais.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta