Retirada de árvores no percurso do Projeto Trem da Etnias é tema no Legislativo

Em sua fala, o vereador Élio Weber esclareceu que serão retiradas árvores exóticas. A justificativa é evitar danos

(Foto: CMPU).
(Foto: CMPU).

O vereador Élio Weber (MDB), usou do espaço para sua fala durante a 27ª sessão da Câmara de Vereadores de Porto União, na segunda-feira, 20, para novamente falar sobre o Projeto Trem das Etnias. A frente do Projeto por meio do Instituto Grunenwald, Élio pautou seu discurso na retirada de árvores exóticas no percurso de 25 metros que é de responsabilidade do Trem das Etnias.

Baseado no alto custo de manutenção de uma ferrovia, o vereador comentou que já conversou com a Secretaria de Obras e também a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município e ficou acordado que serão deixadas apenas as árvores nativas. O vereador comentou também que no trecho que compreende a responsabilidade do Trem das Etnias, qualquer pessoa que for fazer a retirada de árvores é necessária uma autorização dos responsáveis pelo Projeto. “A gente viu os danos que os últimos temporais causaram na região, então eu acho que vale a pena a gente se prevenir”, completa Élio.

Contrato Operacional Especifico (COE)

Foi na reunião da Câmara do dia 22 de junho que Weber compartilhou com os colegas vereadores que recentemente que a Rede Malha Sul (RMS) havia concedido por meio de um Contrato Operacional Especifico (COE) a concessão da ferrovia de um trecho até a localidade de Aquiles Stenghel.

Com COE assinado, a 310 tem autorização específica para prestação de serviços turísticos com passageiros. Vale lembrar que os vagões da Locomotiva 310 estão desde novembro do ano passado sendo restaurados em Rio Negrinho (SC).

Trem das Etnias

Desenvolvido desde 2009, o projeto Trem das Etnias tem como objetivo recuperar a malha ferroviária do lado catarinense da Estação União até o quilômetro 14, na localidade de Aquiles Stenghel.

Na Ordem do Dia

Com a ausência apenas do vereador Carlos Roderlei Pinto ( PL), na Ordem do Dia, aconteceu a aprovação dos pareceres favoráveis da Comissão de Constituição , Justiça e Redação Final do   das Emendas Supressivas, Aditivas e  Modificativas do Projeto de Lei nº 016/2019 que estabelece a Estrutura e o Funcionamento do Conselho Tutelar de Porto União.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta