APMI afirma que SAS será prorrogado e que nenhum servidor ficará sem atendimento

Atendimentos continuarão normalmente até o final do ano. Para 2020, o hospital já está discutindo a renovação do contrato com o Executivo estadual

(Foto: Arquivo).
(Foto: Arquivo).

A Diretoria Administrativa do Hospital Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APMI) garantiu que o Sistema de Assistência à Saúde (SAS) atenderá normalmente até o final deste ano em União da Vitória. O contrato que se encerrou com o Governo foi prorrogado por esse período e, até lá, a instituição está em negociação com o Executivo estadual para que o serviço possa ser renovado.

“Desde 2007, a APMI atende beneficiários do SAS de todo o Sul do estado. Mas, por questões de ordem administrativa e especialmente financeira, estamos enfrentando dificuldades para renovação do último contrato. Em entendimento com a Secretaria da Administração, o contrato foi prorrogado até o final de dezembro para que os usuários não sofram nenhuma descontinuidade de tratamento e atendimento. Por isso, peço a colaboração de todos neste momento em que essa questão contratual está sendo trabalhada e negociada em prol do bem comum”, explicou Antônia Belinski, Diretora Administrativa do Hospital APMI.

Dividido em 16 regiões do Paraná, o SAS oferece cobertura assistencial médico-ambulatorial e hospitalar aos servidores públicos estaduais – além de seus dependentes e pensionistas –, por meio de parcerias com os hospitais. O benefício é concedido pelo Governo, sem qualquer contrapartida financeira do servidor.

Confia a fala da Diretora Administrativa do Hospital APMI, Antônia Belinski.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta