R$ 43 milhões em hospitais de União da Vitória, Bituruna e General Carneiro

·
Atualizado há 3 semanas

O governador em exercício Darci Piana assinou nesta sexta-feira, 5, três convênios que somam investimentos de R$ 43 milhões em obras de ampliação e construção de hospitais em União da Vitória, Bituruna e General Carneiro.

O objetivo do investimento é capilarizar o atendimento de saúde na região, oferecendo serviços mais próximos aos moradores.

Estado vai aportar R$ 21 milhões na ampliação do Hospital Regional São Camilo em União da Vitória e R$ 10 milhões na expansão do Hospital Municipal de General Carneiro. Outros R$ 12 milhões serão destinados à construção do Hospital Municipal de Bituruna. Somados os aportes das prefeituras, os investimentos totais chegam a R$ 56,7 milhões.

Foto Gilson Abreu

“Não adiantaria o Paraná crescer o dobro da média nacional, ter a melhor educação do País ou ter os melhores índices de sustentabilidade se não tivéssemos grandes investimentos em saúde para acompanhar estes avanços. E a nossa prioridade nesta área é regionalizar os atendimentos, diminuir as distâncias entre as casas das pessoas e as unidades de saúde, prestando o melhor serviço possível à população do Paraná”, afirmou Darci Piana.

As três cidades ficam a um raio de cerca de 100 quilômetros de distância entre elas, com mais de 80 mil habitantes que serão diretamente atendidos pelos três hospitais.

As novas unidades também vão integrar a estrutura de saúde de São Mateus do Sul, Cruz Machado, Paula Freitas, Paulo Frontin e Porto Vitória, da 6ª Regional de Saúde (RS), onde moram outras 85 mil pessoas.

“Quando aproximamos as pessoas dos atendimentos da saúde conseguimos prestar um serviço com mais qualidade e eficiência. Os deslocamentos podem trazer agravos à saúde dos pacientes, por exemplo, e é isso que vamos evitar com estes investimentos”, disse o secretário estadual de Saúde, César Neves.

Segundo o diretor da 6ª RS, José Alfredo Rocha Júnior, o Estado já tem recursos para aumentar o número de atendimentos pelo SUS na região, mas a ampliação do serviço esbarra na falta de unidades hospitalares, que agora será resolvida. “Estas unidades vão suprir, principalmente, um déficit na oferta de leitos de UTI e de cirurgias na região”, afirmou.

UNIÃO DA VITÓRIA – O investimento de R$ 21 milhões do Estado destinado a União da Vitória será para ampliação do Hospital Regional São Camilo. Os recursos serão usados para a construção de um novo bloco de quase 7 mil metros quadrados na unidade. A prefeitura vai investir uma contrapartida de R$ 375 mil.

No local, vão funcionar um novo centro cirúrgico, uma nova central de materiais e um novo pronto-socorro. Com a obra, o hospital passará de 62 para 101 leitos, sendo 20 de UTI adulto. Das atuais três salas de cirurgia, a unidade contará com seis salas, o que vai dobrar a capacidade de atendimento do hospital. 

A unidade também vai funcionar como referência para procedimentos urgentes e emergências traumatológicas e ortopédicas. O projeto prevê ainda uma outra etapa de ampliação para os próximos dois anos, fazendo do hospital uma referência para toda a 6ª Regional de Saúde, que atende cerca de 170 mil pessoas.

“Este é um hospital regional, que atende vários municípios do Sul do Paraná e, por isso, vai dobrar de tamanho, graças a este vultuoso investimento do Governo do Paraná. Nunca houve um investimento na área de saúde tão grande do Estado em União da Vitória”, disse o prefeito do município, Bachir Abbas.

Foto Gilson Abreu

GENERAL CARNEIRO – Com investimentos de R$ 10 milhões do Estado e R$ 3,4 milhões da Prefeitura de General Carneiro, o Hospital Municipal Monte Castelo é outra unidade que será ampliada para aumentar a capacidade de atendimento à população. Atualmente, o local atua apenas como Pronto Atendimento. Com a reforma, a unidade oferecerá consultas de especialidades, o que é um gargalo hoje da cidade.

Além disso, o hospital será projetado para ser uma referência no atendimento a vítimas de acidentes automotivos da região.Nós margeamos a BR-153, uma rodovia que tem muitos acidentes. Nosso hospital acaba fazendo o primeiro atendimento destas vítimas com muita frequência. Ter uma unidade maior e mais bem equipada vai proporcionar um avanço extraordinário à população, além de desafogar os hospitais de União da Vitória que hoje atendem muitos moradores da nossa cidade“, afirmou o prefeito de General Carneiro, Joel Ricardo Martins Ferreira.

BITURUNA Os R$ 12 milhões aportados em Bituruna pelo Governo do Estado serão usados para a construção de um novo hospital na cidade. A prefeitura vai aplicar outros R$ 10 milhões na obra. O objetivo é desafogar os atendimentos dos outros hospitais da região, com uma nova unidade com capacidade para realizar cerca de 2 mil atendimentos por mês. “O hospital que temos em Bituruna hoje tem 50 anos e está inchado, saturado. Esta nova unidade vai ser moderna e maior, atendendo as necessidades dos cidadãos do nosso município”, disse o prefeito de Bituruna, Rodrigo Rossoni.

Ao todo, serão 2,5 mil metros quadrados construídos no modelo modular, em que se utiliza da tecnologia woodframe. Esta é uma técnica de construção sustentável que usa módulos preenchidos de materiais isolantes e revestidos de painéis que garantem uma construção mais rápida. A estrutura também conta com alta eficiência térmica e isolamento acústico.

Governador em exercício Darci Piana participa Governo do Paraná vai aportar R$ 21 milhões na ampliação do Hospital Regional São Camilo, em União da Vitória, e R$ 10 milhões na expansão do Hospital Municipal de General Carneiro. Outros R$ 12 milhões serão usados para construir uma unidade em Bituruna.
Foto Gilson Abreu

REGIONALIZAÇÃO – Diminuir as distâncias entre a população e as unidades hospitalares é uma das prioridades atuais do Governo do Estado. Com este objetivo, desde 2019 vários hospitais e unidades de saúde foram entregues em todas as regionais do Paraná. Entre elas estão as estruturas de saúde de Ivaiporã, Telêmaco Borba, Guarapuava, Cornélio Procópio, Boa Vista da Aparecida, Cafelândia e Toledo, por exemplo.

Outras 11 unidades estão em construção. Uma delas é em São Mateus do Sul, no Sul do Estado. O hospital tem mais de 90 anos e a nova estrutura, fruto de um investimento de R$ 21,1 milhões, vai permitir que ele se torne uma referência regional.

A unidade vai atender as demandas de urgência e emergência dos municípios do entorno, como Antônio Olinto, São João do Triunfo e Três Barras, além de ter estrutura para a realização de cirurgias e exames, como raio-x, tomografia, mamografia e ultrassonografia. Também contará com enfermarias PPP (pré-parto, parto e pós-parto).

PRESENÇAS – Estiveram presentes na solenidade de liberação dos recursos o secretário de Justiça e Cidadania, Santin Roveda; o deputado federal Beto Preto; os deputados estaduais Hussein Bakri e Alexandre Curi; e demais autoridades da região.