Em coletiva, delegado comenta morte de Marisa Aparecida Sznycer

O delegado que conduz o inquérito disse que as causas da morte ainda são inconclusivas

Delegado Chefe da 4.ª Subdivisão Policial (4ª SDP) de União da Vitória, André Luis de Oliveira Vilela
Delegado Chefe da 4.ª Subdivisão Policial (4ª SDP) de União da Vitória, André Luis de Oliveira Vilela

O Delegado Chefe da 4.ª Subdivisão Policial (4ª SDP) de União da Vitória, André Luis de Oliveira Vilela, convocou na tarde desta quinta-feira, 13, uma coletiva de imprensa sobre a morte de Marisa Aparecida Sznycer. Ele deixou claro, que até o momento, as causas da morte ainda são inconclusivas.

Vilela explicou que foram solicitados outros exames periciais sobre o caso. A Polícia Civil de União da Vitória segue investigando as causas e o tipo de crime que pode ser configurado no caso da moradora de União da Vitória.

A cena da morte e o corpo já foram periciados. A polícia já ouviu testemunhas, mas precisa aguardar os exames para concluir a investigação.

Marisa foi encontra morta na quinta, 6, em uma região de mata, no bairro Monte Castelo, em União da Vitória. Marisa estava desaparecida desde o dia 31 de janeiro.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta