Idosa recebe ligação do falso sequestro e quase cai no golpe

Vizinhos acalmaram a mulher na madrugada desta quarta-feira, 12

(Foto: Reprodução).
(Foto: Reprodução).

O síndico e os vizinhos do prédio em que mora uma idosa evitaram que ela caísse no golpe do falso sequestro em Porto União. O fato aconteceu na madrugada desta quarta-feira, dia 12, na Avenida Getúlio Vargas, bairro Cidade Nova.

A ligação aconteceu por volta das 1h30, quando ela foi informada que sua filha havia sido sequestrada e que teria os membros amputados – caso não fosse depositada uma certa quantia em dinheiro; pouco depois, a conversa também citou o sequestro do neto e do genro.

A filha da vítima, em contato com a reportagem, contou que está a trabalho em Joinville (SC), e afirmou preocupação com a saúde da sua mãe após o ocorrido.

“Os golpistas colocaram uma mulher chorando e gritando por socorro ao telefone. Diziam é sua filha, é sua filha. Minha mãe chegou a passar mal; graças a Deus os moradores do prédio evitaram algo muito pior”, comenta ela.

No momento em que a idosa conversava com os golpistas, os moradores conseguiram contato com a filha, com isso, ficou claro que se tratava de um golpe.


Como se prevenir

De acordo com a Polícia Militar, os falsos sequestros são iniciados por uma ligação telefônica. Para identificar um falso sequestro repare no que é pedido de resgate.

Valores baixos e créditos para telefone são resgates típicos dos falsos sequestros.

Repare carência de informação dos sequestradores. Se não informam o nome da suposta vítima, as chances de se tratar de um golpe é quase 100%.

Telefonemas a cobrar também são característicos de falsos sequestros.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta