Neve e chuva congelada vem aí, segundo o Climatempo

·
Atualizado há 2 semanas

Instituto de Meteorologia ClimaTempo emitiu um alerta sobre a possibilidade de neve no Paraná nos próximos dias. O ar frio de origem polar que vai começar a avançar pelo país deste sábado, 6, e ganha um novo reforço a partir do dia 12 de julho, próxima sexta-feira.

A onda de frio no Sul do Brasil continua e se estende pelos três estados do Sul, além do sul de São Paulo e grande parte de Mato Grosso do Sul.

Neve e chuva congelada

Ar frio sem umidade, é geada; com umidade: neve e chuva congelada. É justamente isso que alguns modelos meteorológicos vêm apontando entre os dias 12 e 13 de julho.

Alguns modelos apontam uma previsão de neve de chuva congelada de forma mais ampla, com possibilidade de pegar as áreas mais altas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e uma pequena chance de pegar em áreas da Campanha gaúcha.

Entretanto, como a ocorrência de precipitação invernal depende de condições muito específicas, é comum as simulações atmosféricas oscilarem tanto na intensidade, área abrangente e o dia/ hora dos fenômenos ocorrerem.

Desta forma, trata-se de uma primeira indicação de uma nova ocorrência de neve e chuva congelada e que os meteorologistas da Climatempo vão acompanhar nos próximos dias.

Neve em União da Vitória

Por volta das 20 horas de segunda-feira, 22 de julho de 2013 a neve começou a cair sobre União da Vitória. Um dos pontos mais altos da cidade, o Morro do Cristo, em poucos minutos estava cheio de curiosos e também amantes do frio. Copas de árvores, escadas e até o Cristo ficaram cobertos pela neve.

O fenômeno durou aproximadamente quatro horas. Tempo suficiente para que bonecos de neve fossem montados e cenários capturados. As câmeras fotográficas ficaram em evidência, qualquer movimento era registrado pelas objetivas.

Foto de Cristiano Silva

Outros pontos da cidade também sentiram a neve. Pessoas que nunca tinham presenciado um momento igual a esse se emocionaram.

Naquele dia, mais de 30 cidades catarinenses já haviam registrado chuva congelada e neve. A cidade mais atingida foi São Joaquim.

Já no Paraná os moradores de Palmas e Guarapuava foram os que mais viram a neve. Curitiba foi a última cidade do Estado que recebeu a nevada.

Boneco de neve ( Foto de Cristiano Silva)
General Carneiro (Foto de José Souza)