Atenção! PR-170 bloqueada a partir desta segunda-feira, 19, por 30 dias

·
Atualizado há 2 meses

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) informa que iniciará uma nova etapa da obra recuperação da PR-170 em Pinhão, na região Centro-Sul, a partir de 19 de fevereiro. Será necessária a interdição da rodovia pelo período de 30 dias.

O bloqueio total ficará concentrado na altura do km 467, próximo ao local conhecido como Curva da Ferradura, onde aconteceram os danos mais graves devido às chuvas no final de 2023.

Pinhão – rodovia terá bloqueio total de tráfego por 30 dias a partir de 19 de fevereiro

Durante esse período de interdição, veículos de passeio poderão manter o uso do desvio pela estrada municipal não pavimentada, no acesso para a Escola Municipal Nova Divinéia, que passa por vários pontos turísticos locais, até retornar à rodovia, próximo à Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto.

Veículos pesados deverão utilizar como rota alternativa a BR-373, sentido Candói, ou a BR-153, sentido Rebouças.

Em caso de condições climáticas adversas, o prazo do bloqueio pode ser modificado.

Pinhão – rodovia terá bloqueio total de tráfego por 30 dias a partir de 19 de fevereiro

OBRA – A medida é necessária para fazer a compactação do aterro da rodovia, parcialmente demolido pelas fortes chuvas, e terá extensão de aproximadamente 250 metros. O rebaixamento será de 7 metros de altura e garantirá melhor estabilidade para as pistas a longo prazo.

Na sequência serão recompostas a sub-base e a base da pista, utilizando material das detonações de rochas, também aproveitado nos aterros, e executada uma camada de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) para pavimentação, já permitindo a liberação parcial do tráfego na rodovia.

Estão inclusas ainda a execução de dispositivos de drenagem de águas, nova sinalização horizontal, sinalização vertical e instalação de dispositivos de segurança, como defensas metálicas.

O investimento nesta obra de recuperação emergencial é de R$ 24.782.665,19, e inclui serviços em todos os pontos danificados entre o distrito de Faxinal do Céu e o acesso à usina.

Veículos de passeio podem utilizar o desvio municipal normalmente, mas condutores de veículos pesados que optarem por não esperar devem utilizar a BR-373 ou BR-153 como alternativas.