Perseguição policial termina em acidente na BR-280

·
Atualizado há 2 meses

No dia 16 de fevereiro de 2024, por volta das 18h35, uma chamada de emergência acionou a equipe de socorro do Corpo de Bombeiros de Três Barras, para atender a um acidente na Rodovia BR-280, no trevo de acesso a Três Barras.

Ao chegarem ao local, as equipes confirmaram que se tratava de uma colisão frontal envolvendo dois veículos.

Um deles, uma Toyota Hilux preta, conduzida por um homem e seu passageiro, ambos ilesos e sem necessidade de atendimento médico. O outro veículo envolvido era um Honda Civic preto, com placa de Curitiba-PR, conduzido por um homem de 31 anos, que estava consciente e orientado, porém detido no camburão da viatura da Polícia Militar (Tático). Ele apresentava um ferimento cortante na região frontal do crânio e não foi conduzido ao Pronto Atendimento devido à sua detenção por suspeita de tráfico de drogas, uma vez que o acidente ocorreu durante uma perseguição policial.

Dentro do veículo Honda Civic, também foi atendida uma passageira, uma mulher grávida de 36 semanas, que se encontrava fora do veículo, sentada no canteiro da rodovia, queixando-se de intensas dores abdominais e apresentando ferimentos leves no braço esquerdo. Ela estava consciente, orientada, com sinais vitais estáveis e pupilas isocóricas. Além disso, um menor de 4 anos, consciente e orientado, com escoriações na região temporal esquerda da cabeça, também foi atendido. Após os procedimentos padrões de atendimento pré-hospitalar, ambos foram conduzidos ao Pronto Atendimento Municipal de Três Barras, com acompanhamento da Polícia Militar, onde ficaram sob os cuidados da equipe plantonista.

O local do acidente ficou sob responsabilidade das Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, enquanto as equipes do Corpo de Bombeiros Militar retornaram às suas bases.