Sobe para 3,7 mil o número de pessoas afetadas por temporais

(Foto: Defesa Civil).
(Foto: Defesa Civil).

Mais de 3,7 mil pessoas, de 29 municípios paranaenses foram afetadas pelas fortes chuvas e vendavais ocorridos de quarta até quinta-feira (16 a 18), segundo boletim mais recente emitido pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. Os dados continuam sendo atualizados, já que os municípios prosseguem enviando informações.

Das pessoas afetadas, 79 foram desalojadas. Quase 276 casas foram danificas por vendavais e granizos. “Estamos orientando as coordenadorias municipais, já que as ocorrências são pontuais, e dando um suporte com monitoramento do tempo por meio dos alertas. A maior parte das ocorrências foram em decorrência do vendaval, como quedas de árvores e destelhamentos”, disse o capitão Romero Nunes da Silva.

Os ventos, segundo a Defesa Civil, chegaram na quinta-feira em média a 100 km/h. Em Apucarana foi registrado 107Km/h. Mais de 120 mil imóveis sem luz em todo o Estado, segundo a Copel.

O município mais atingido foi Londrina (Norte), com 99 residências danificadas e 2.300 pessoas afetadas. Não há pessoas desabrigadas. Já em Querência do Norte (Noroeste), cerca de 1.500 pessoas foram atingidas e 50 estão desalojadas. Segundo o capitão Romero, a Defesa Civil está monitorando mais de perto esse município. “Muitas estradas foram danificadas devido as fortes chuvas e o vento, por enquanto os serviços estão no âmbito da coordenadoria municipal, mas estamos monitorando de perto”, destacou.

Os outros municípios atingidos são Foz do Iguaçu, Araucária, Campo Magro, Curitiba, Castro, General Carneiro, Guarapuava, Ponta Grossa, Rio Negro, Sarandi, União da Vitória, Umuarama, Nova Londrina, Maringá, Manoel Ribas, Mandirituba, Mandaguaçu, Loanda, Ivaiporã, Floresta, Arapongas, Apucarana, Assis Chateaubriand, Castro e Esperança Nova.

SEM LUZ – Devido a chuva, 120 mil imóveis ainda estão sem luz em todo o Estado, a maior parte concentrada na região Noroeste. Na quinta-feira (18), por conta das fortes chuvas que varreram o Estado, cerca de 500 mil unidades ficaram sem luz.

Na região Noroeste, 45 mil imóveis seguem sem energia; no Norte são 47 mil, segundo a Copel. Em Curitiba, na Região Metropolitana (RMC) e no Litoral, o serviço já foi normalizado. De acordo com informações da Copel, a companhia está com todas as equipes para a normalização dos serviços.

CHUVAS – Segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), a tempestade veio da Argentina e continua avançando para Norte Pioneiro. Para esta sexta-feira (19), a previsão é de chuvas e trovadas isoladas, principalmente na região Norte.

ALERTAS – A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil envia alertas de mensagem de texto (SMS) que informam sobre as principais ocorrências para a região, como chuvas intensas, granizos e ventos fortes. Para receber o alerta o usuário precisa enviar por mensagem o CEP para o número 40199.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta