Curva da Ressaca na PR 446 recebe obras para recompor estrada

Trecho da rodovia estava em meia pista desde outubro de 2017

Uma empresa contratada pelo Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná (DER-PR) está recuperando o trecho da PR 446, que liga BR 153 ao município de Porto Vitória, na localidade da Pedra Branca ou Curva da Ressaca, danificada desde outubro de 2017. A empresa retirou o material inservível do local e os operários estão recompondo a base da estrada que, na sequência, deverá receber a camada asfáltica.

A informação é do engenheiro responsável pela obra, Cleverson Masnik.

Ainda segundo o engenheiro, após a colocação da base, haverá a composição da camada asfáltica, colocação de drenos e de defensa metálica. O prazo para conclusão da obra é de 90 dias, contudo Masnik afirma que as obras estão adiantadas e serão concluídas bem antes do prazo final.

Relembre o caso

Um deslizamento de parte da pista da PR 446 ocorreu no final de outubro de 2017 e, na ocasião, até um poste de energia elétrica caiu. Técnicos da Copel retiraram o poste do Rio dias depois.  Usuários e população de Porto Vitória, passaram a pressionar o prefeito Kurt Nielsen Júnior e os vereadores. De novembro do ano passado (2017) a março deste ano (2018), cinco ofícios da Câmara Legislativa e outros tantos da prefeitura foram enviados até o 4º DER-PR, escritório Regional de União da Vitória, pedindo o conserto da via. O trecho seguiu sinalizado com cones e até um monte de areia foi depositado no local para orientar os motoristas sobre o perigo de deslizamento do trecho da rodovia. No mês de abril, por telefone, o diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) de União da Vitória, Fernando Martins, informou a reportagem do Portal Vvale que o conserto emergencial deveria ter sido feito ainda no final do ano passado, mas não havia rubrica (dinheiro) em consequência do encerramento do ano fiscal.

Finalmente em de agosto, as máquinas e homens começaram a obra que está em fase adiantada, beneficiado pela estiagem e pela falta de chuvas na região, até então.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta