Prefeito solicita apoio do IAP na liberação da nova ponte para São Cristóvão

iap-uniaodavitoria-ponte
(Foto: Assessoria).

O prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo Ilkiv, voltou da viagem a Brasília, com a informação de que a nova ponte sobre o rio Iguaçu, para ligar o centro ao distrito de São Cristóvão, será incluída na pauta extra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Na tarde desta sexta-feira (22/05), com apoio e aval do deputado estadual Hussein Bakri, ele se reuniu com o chefe do Escritório Regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), André Luis Aleixo, para reivindicar auxílio e agilidade nas liberações ambientais necessárias para a obra, que compreende cabeceiras e estrutura em locais de preservação permanente.

A nova ponte é ação prioritária de Pedro Ivo com foco ao desenvolvimento de União da Vitória. Disso o debate com a senadora, Gleisi Hoffmann, e o coordenador do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), Murilo Muniz, ocorrido nesta quinta-feira (21/05), na Capital Federal. “Foi a melhor reunião de todas que já fiz sobre a ponte e sai confiante de que, agora, basta apresentar o projeto que no dia 02 de junho será avaliado e incluído no orçamento da união. A expectativa é de licitar a obra, no valor de aproximadamente R$ 42 milhões, ainda em 2015, e iniciar a construção no início de 2016”, comemora o prefeito.

Ciente de que é um projeto que envolve recurso de quase a metade do que o município arrecada em um ano inteiro, Pedro Ivo, na sua experiência de gestão pública entende que é necessário buscar apoios e parcerias para agilizar as tramitações burocráticas. Dentre elas, o contato com o chefe do IAP e Hussein Bakri. “É momento de somarmos forças e contar com ajuda de pessoas que são parte do governo estadual para iniciar a construção no menor tempo possível. As liberações ambientais competem ao IAP e busquei essa reunião para apresentar o projeto e antecipar o pedido formal de cooperação”, ressalta o prefeito.

Pedro Ivo explica que, a nova ponte será construída ao lado da atual ponte de ferro que pode ter, futuramente, o retorno dos trilhos para trem de passageiros ou turismo, ou passagem de pedestres e ciclistas. Isso será discutido futuramente com a população. A obra prevê pontos de entrada e saída na parte central e avenida anexa em direção ao Panorama. “Provavelmente, a pista siga até as proximidades do novo posto, de grande porte, que estamos construindo no São Cristóvão”, frisa o prefeito.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

  • Márcio Martins - 24 de maio de 2015 - 17h 27
    Boa tarde, e quanto ao projeto de vadao do Rio Iguaçu para amenizar as cheias que havia sido discutido no ano passsado? Ponte e útil mas prevenir para a população não precisar sair das suas casas seria mais urgente
    Responder