Prefeito fala sobre os valores do IPTU em 2014

Planta de Valores Genéricos foi atualizada em União da Vitória

iptu

Terrenos com construção pagam 1% do valor do terreno. Terrenos vazios, sem construção, pagam 2% (Bruna Kobus/Arquivo JOC)

Desde que virou Lei, a atualização do cálculo da planta genérica de valores em União da Vitória não havia sido explicada com riqueza de detalhes à população. Esse vazio gerou interpretações. Na terça-feira, 24, o prefeito Pedro Ivo Ilkiv falou sobre o assunto. Ilkiv explicou que durante 2013 um trabalho de levantamento em toda a cidade avaliou quanto vale realmente cada propriedade, cada terreno e cada construção. “Esse trabalho foi feito de forma muito minuciosa, a cidade foi dividida em 380 partes. Cada parte da cidade tem o valor do metro quadrado do terreno” explicou. Ilkiv informou que na área central, os valores são maiores. Nos bairros um pouco menores e, quanto mais afastados (do centro), os valores diminuem.”

Em pronunciamento oficial o prefeito defendeu que o trabalho foi feito de maneira técnica e que foram consultadas imobiliárias, foram simuladas compras para ver por quanto os proprietários estavam vendendo seus imóveis no mercado. Além disso, foram feitas pesquisas de valor de venda em terrenos próximos ao locais simulados. “Assim chegamos aos valores de todas as propriedades do município”, detalhou. “Esses valores alimentaram a base de dados da prefeitura. A última vez que isso havia sido feito, foi na gestão do então prefeito Airton Roveda, em 1993”, contou Ilkiv.

O secretário de Administração, Eraldo Antonio de Castro, disse que se trata, na verdade, de uma atualização da planta genérica dos imóveis. Ele disse ainda que sem a correção, a arrecadação da cidade é menor que Porto União, cujo número de imóveis é inferior a União da Vitória. Além de balancear os valores, a atualização é uma obrigatoriedade. “Se não for feito isso, os prefeitos e os vereadores podem responder por Improbidade Administrativa”, comentou o Secretário. “A defasagem era tanta, que tinham terrenos com valor venal de R$ 1.200. Não existem terrenos com esse preço”, justificou o prefeito. Essa atualização será usada para calcular o valor do IPTU.

Como é feita a conta do IPTU?

Terrenos com construção pagam 1% do valor do terreno. Terrenos vazios, sem construção, pagam 2%. Os terrenos vazios recebem carga tributária maior para inibir a especulação imobiliária. “Se o valor declarado é muito baixo, o IPTU também é baixo, para isso a atualização foi feita pela prefeitura. Segundo o prefeito e o secretário de administração, para não haver injustiça a prefeitura está aplicando um redutor, uma espécie de válvula de segurança para conter eventuais injustiças, em 60%. “Por exemplo: em um terreno no valor de R$ 100 mil, aplica-se o redutor de 60% para efeito de cálculo de IPTU, ele acaba valendo R$ 40 mil, mas só para cálculo de IPTU”, disse De Castro.

Injustiças

boxO prefeito, em seu pronunciamento, disse que recentemente uma empresa da Volkswagen manifestou interesse em se instalar em União da Vitória. A empresa queria um terreno na região do trevo do Mallon. O proprietário pediu R$ 2 milhões pela área que os empresários gostariam de comprar. A empresa ofereceu R$ 700 mil e o proprietário não concordou em vender o terreno. “Fui na prefeitura e levantei quanto esse proprietário paga de IPTU ao município. Aí que estão as injustiças. No terreno, ele paga R$ 0,60 por ano de IPTU, se o terreno fosse dividido em lotes de até 200 metros quadrados”, disse. “Por que tem gente nos bairros que paga R$ 30 e gente como este proprietário que está agindo como especulador imobiliário paga R$ 0,60? Isso não tem coerência”, observou.

O prefeito defendeu que todos devem de pagar, porém quem tem mais vai receber uma carga tributária maior. O prefeito se referiu a injustiça o caso de quando foi prefeito e mandou 3.600 cobranças de IPTU para a justiça. “As pessoas sérias pagam direitinho, mas um grande número de pessoas (50%) não pagam IPTU”, afirmou o chefe do executivo. O prefeito reclamou que o assunto está virando palanque político. “Ora, dizem que em mandei subir o IPTU em 300, 400%. Isso não é verdade”, desabafou.

Reclamações

O prefeito reconhece que reclamações virão quando da distribuição dos carnês em fevereiro. “Serão analisados caso a caso, pela base de dados da prefeitura. Eventuais casos onde houver erros na aplicação do cálculo, serão redimensionados pelos técnicos da tributação”, concluiu. Depois de 16 anos da última atualização, é evidente que os proprietários deverão sentir o aumento, mas com o cálculo redutor e a cobrança de todos os contribuintes será possível reverter o aporte arrecadado em benefícios para a comunidade. “É preciso dizer que o dinheiro arrecadado não fica guardado no cofre”, lembrou o Secretário de Administração, Eraldo de Castro.

13 comentários sobre “Prefeito fala sobre os valores do IPTU em 2014

  1. Só sei que o povo do centro sempre se ferra…De forma alguma nao é pq mora no centro que é rico. Como sao areas antigas os lotes sao grandes, e aí se ferram mais um pouco ainda. No centro tem tanta desproporcao que de uma quadra pra outra da diferenca de 500 por cento e nao tem com quem reclamar. Uma pessoa que tem imovel no centro pode ate ter uma casa velha valendo 400, 500 mil, muitas vezes recebido de heranca e isto gera um imposto impagavel para quem ganha 1 ou 2 salarios minimos, gerando a sensacao de que nao poderiamos morar na propria casa pq é centro, enquanto outros moram em mansoes nos bairros e pagam bem mais barato.

    • Não sou contra o aumento do IPTU. O que não concordo é que as melhorias ficam sempre no centro e em alguns bairros. Os mais distantes as vezes se patrola a rua e joga um pouco de pedra que é o caso do bairro onde moro Muzolon, assim como tantos outros onde as obras infelizmente não chegam.

      • Pelo menos no meu bairro, as obras não funcionam com eficiência, pois o pessoal aqui votou no vereador que fez xixada e não no que apresentou projetos e propostas viáveis… e pelo que vejo, aconteceu em outros lugares

  2. Só espero que com o aumento do IPTU consigam comprar 50 lts de diesel pra passar na rua Adolfo Alves dos Santos, no São Braz, que já faz acho que uns 4 meses da chuva de granizo e ainda tem um buraco na esquina que nem caminhão consegue passar!!!
    Se não passarem vamos propor aos moradores do bairro uma vaquinha e vamos chamar o benghi pra ir la passar uma retro pra tapar o buraco…

  3. Gostaria que explicassem também o absurdo cometido contra os professores municipais, que na ultima plenária da Câmara de vereadores do ano, alteram leis que garantia direitos aos mestres, direitos conquistados com muita luta ao longo dos anos, é muita falta de respeito com a categoria que ao lado da família exerce papel fundamental para o desenvolvimento da sociedade..

  4. Quem viu algumas reportagens, ja sabiam dessa represália, o famoso PT Paartido dos Trabalhadores, iria repudiar municipios onde tiveram pouco votos, ai esta a reposta, votem bem a próxima vez……….., afinal como diz o velho ditado Cada povo tem o governo que merece

  5. QUEREM AGORA TOCAR O POVO DE UNIÃO DA VITÓRIA QUE NÃO VAI CONSEGUIR PAGAR OS AUMENTOS ABSURDOS DO IPTU,COMO FIZERAM COM A INDÚSTRIAS,VAI SOBRAR OQUE?SÓ OS POLÍTICOS ABASTADOS.TEMOS QUE IR EMBORA DA CIDADE,QUE FIQUEM OS GOVERNANTES E VÃO GOVERNAR OQUE E QUEM?

  6. O aumento do IPTU deveria ser proporcional ao investimento, por parte da Prefeitura, na rua. Por exemplo, na Av que eu moro fazem 15 anos nós nem tubulação temos, sofremos constantemente com o pó…etc. Desta forma, nós em pouco tempo seríamos isentos de pagar o IPTU.

  7. PARECE QUE OS POLITICOS ELEITOS DE UNIÃO DA VITÓRIA E DO PARANÁ ESTÃO COM RAIVA DE SEREM ELEITOS,PORQUE SÓ CASTIGAM O POVO.ANTES COM O PRESÍDIO,AGORA COM O IPTU,QUEREM MASSACRAR O POVO.SÓ MANDAM PIMENTA NO POVO É REFRESCO NÈ PARA VOCÊS?NÃO DOI PARA VOCÊS ?ENTÃO O POVO QUE SE LIXE ,PORQUE OS POLÍTICOS ESTÃO A SALVO.

  8. O aumento do IPTU deveria ser proporcional ao investimento, no meu bairro não vejo nada de novidade, na minha rua muito pó, bairro D. Mercedes.

    • Eu ajudei a eleger esse prefeito e vereadores mais,já estou profundamente arrependido, não somente pelo fato do aumento do iptu,mais devido a todos os descasos que estão ocorrendo em União da Vitória, e principalmente em são cristóvão , em nossas ruas a mato ja se apodera, o famoso cfet ja se tornou um grande elefante branco,nas próximas eleições votarei por mudança Pedro Ivo, nunca mais.

  9. Confesso q perdi meu voto mais n votei no pedro ivo,o q sera q estão ganhando o bando de petista q defendia o nosso prefeito,isso se da pra chama um cara desse de prefeito…e o absurdo valor do iptu ninguém fala nd,por favor na próxima eleição pedro ivo não…ha ja sei por q ele qr fazer a ponte q liga são cristóvão ao centro,é q teremos onde morar qndo ele tomar nossas casas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>