Bebê que ingeriu crack acidentalmente segue internada em Chapecó

O estado de saúde da criança é estável, mas não há previsão de alta

(Foto: Reprodução/Bruna Brum).
(Foto: Reprodução/Bruna Brum).

A bebê de 11 meses que colocou uma pedra de crack na boca na quinta-feira, 3, em Abelardo Luz, segue internada no Hospital da Criança de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

Segundo informações da unidade de saúde ao G1, o estado de saúde da criança é estável, mas não há previsão de alta. A investigação do caso é sigilosa.

A droga pertenceria ao companheiro da mãe da bebê, que ainda não foi localizado pela polícia. A ingestão dos resíduos do crack aconteceu por volta das 12h.

Depois de dar banho na menina, a mãe colocou ela no chão, de onde a menina pegou a pedra e colocou na boca e, logo após, cuspiu. Horas mais tarde, a criança começou a convulsionar e a mãe a levou para o hospital do município, de onde a bebê foi transferida em estado grave para Chapecó.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta