A.A. IGUAÇU: 52 anos de uma paixão

Série do Portal Vvale compartilha depoimentos de apaixonados pela equipe de União da Vitória

·
Atualizado há 10 meses

Associação Atlética Iguaçu
Foto: Divulgação/AAIguaçu

Fundada em 15 de agosto de 1971, a Associação Atlética Iguaçu celebra 52 anos de história nesta terça-feira, 15. Em todos esses anos – na ativa ou não – a equipe de União da Vitória atrai as atenções de seus apaixonados torcedores.

Torcedores esses que se renovam: definitivamente uma paixão que ultrapassa gerações.

E a série “Uma paixão chamada Iguaçu”, produzida pelo portal Vvale em 2019, compartilhou esse sentimento que se transforma.

Um ‘senhor’ torcedor

Um apaixonado. Presença frequente nos jogos do Iguaçu, Valdir Lustoza é um dos mais famosos torcedores da equipe de União da Vitória. Ele, é o personagem que abriu a série especial

Na entrevista relembra grandes jogos que acompanhou, seus ídolos, e o sentimento de ser iguaçuano.

Ídolo!

Um dos maiores ídolos da história da Associação Atlética Iguaçu, Bartimeu Silva, ou simplesmente o Belga. Lembrando até os dias atuais por várias gerações de torcedores iguaçuanos.

Símbolo de uma geração

Ídolo de uma das gerações mais vitoriosas da Associação Atlética Iguaçu na década de 80, Luiz Carlos Cruz, o Luizinho Cruz foi personagem da série especial.

Um apaixonado

Um dos mais emblemáticos dirigentes da história da Associação Atlética Iguaçu. O personagem da série ‘Uma paixão chamada Iguaçu’, é Odenir Borges.

De atleta à contador de histórias

Ele foi jogador e atualmente é um contador de histórias. O personagem da série é Jair da Silva, ou simplesmente o Craque Kiko.

Padre torcedor

Torcedor fanático da Associação Atlética Iguaçu, e autor do livro e CD com músicas do clube ‘Onze por todos, todos por onze. O padre Emílio Bortolini também compartilhou seu sentimento pelo clube de União da Vitória.

Fique sempre atualizado

Entre no nosso grupo do WhatsApp e siga nosso perfil no Instagram para não perder nenhuma notícia!